Game of Thrones – Personagens influentes

Game of Thrones – Personagens influentes

Parte 3

Nova semana, novo grupo de personagens. Sansa Stark, uma das personagens que mais mudou durante a história, será que no final irá finalmente se sentir livre e feliz? Theon Greyjoy é outra personagem que mudou bastante desde que o conhecemos no primeiro episódio. Sem dúvida, que fará de tudo para salvar irmã, se irá sobreviver isso já são outras suposições. Já Brienne of Tarth sempre foi igual a ela própria, destemida e honrada. Sem dúvida que será um elemento importante na guerra que se avizinha. O que vai acontecer a estas personagens? Lê e descobre.

Sansa Stark


Criada como uma donzela, a filha mais velha dos Stark, sonhava com um casamento e um príncipe encantado. Com a mão prometida a Joffrey e futuro rei, Sansa viaja para o Porto Real. Tudo muda com a morte do rei Robert. Com atitudes impassíveis e sádicas, Joffrey executa o pai de Sansa mesmo à sua frente. Abusada pelo futuro marido e prisioneira na cidade, Sansa tornar-se cúmplice de “Mindinho” que promete uma saída segura daquele local. O seu casamento com Joffrey é anulado, mas outro surge novamente. Sansa é obrigada a casar com Tyrion Lannister. O ódio de Sansa pelos Lannister aumenta, quando descobre que assassinaram o irmão e a mãe no casamento vermelho. Consegue escapar da cidade através de um plano para matar o rei Joffrey. Com a ajudo do Lorde Baelish, viaja para o Vale de Arrys, onde está a sua tia. Pouco tempo lá esteve. Lysa, tinha ciúmes de Sansa e do seu relacionamento com o Lorde Baelish. De volta a Winterfell e sua casa, Sansa volta a casar. Ramsay Bolton será o seu marido, o triplo de cruel comparando com Joffrey. Na sua noite de núpcias foi violada, as suas atitudes sádicas só pioraram de dia para dia. Decide fugir daquele local horrível juntamente com Theon. Reencontra-se com o seu irmão Jon Snow e convence-o a expulsar Ramsay de Winterfell. Sansa tem uma forte influência na Batalha dos Bastardos, quando ajuda o meio-irmão. Depois da morte de Ramsay, Winterfell volta a ser novamente dos Stark. Torna-se “Lady de Winterfell” e reencontra-se com os irmãos Bran e Arya. Sansa Stark será uma forte influência na Batalha Final, perdeu a confiança no amor, mas tornou-se numa mulher mais forte. Como ainda está legalmente casada com Tyrion, poderá continuar com ele, mas apenas como companheiro. Acredito que Sansa irá sobreviver e governar Winterfell.

Theon Greyjoy


Acho que não serei a única ao confessar que Theon Greyjoy nunca despertou muita confiança, apesar de ser quase como um filho para Ned Stark e um irmão para Robb Stark. Acho que essa desconfiança também provinha da forma como ele tratava Jon. Depois do aprisionamento e morte de Ned, Theon foi dos primeiros a proclamar Robb como Rei do Norte. Contudo, tudo não passaram de palavras ocas. Ao voltar para a sua casa, as Ilhas de Ferro, Theon reencontrou-se com o pai e a irmã, que não são fãs dos Stark ou do Norte. Plano? Theon, de forma a agradar ao pai, atacou Winterfell e proclamou-se senhor de Winterfell, não deixando alternativa para Bran e Rickon de fugir da sua própria casa. Mas, como what goes around comes around, Theon cruzou-se com Ramsay Bolton. Primeiro Ramsay fingiu ser seu aliado, mas depressa o cenário mudou. Theon sofreu uma tortura imaginável às suas mãos, tornando-o uma sombra da pessoa que foi. É como Reek que Sansa o reencontrou em Winterfell. Depois de um primeiro momento em que sucumbiu ao medo e influência de Ramsay, Theon fugiu com Sansa de Winterfell. Theon partiu depois para casa, com a finalidade de apoiar a pretensão da irmã ao trono de sal. Contudo, apareceu Euron Greyjoy, que os ameaçou. Theon foge com Yara e juntaram-se à causa de Daenerys Targaryen. Numa emboscada, Theon sucumbiu ao medo e fugiu, deixando a Yara á mercê de Euron. Depois de uma conversa frontal com Jon, Theon ganhou forças para resgatar Yara. Será que vai conseguir? Ou será que mais uma vez vai-se acobardar? Sobreviva ou morra, acho que Theon terá oportunidade de se redimir e tentar remediar os erros do passado.

Brienne of Tarth


Uma guerreira, alta e pouco amistosa, mas com uma força equivalente à dos homens mais fortes, literalmente uma mulher de armas, a única herdeira do Lord Selwyn Tarth de Evenfall Hall, na ilha de Tarth.Ela é uma mulher invulgarmente musculada e alta, com gosto pela luta desde criança, sonhando tornar-se numa cavaleira.

Começou como escudeira do rei Renly Baratheon, que acabou assassinado pouco depois pela criatura que Melisandre criou, quando todos a julgavam culpada, Catelyn Stark ajudou-a a fugir, fazendo com que ali Brienne lhe fizesse um voto de lealdade, tornando-se na sua espada.

Catelyn pediu depois para esta levar Jaime Lannister, que era prisioneiro dos Stark, como moeda de troca pelas filhas que estavam sequestradas em Kings Landing, durante este percurso Jaime e Brienne tiveram muitos momentos, não se entendiam inicialmente, mas depois deste a proteger de uma violação e este acabou mesmo por perder a mão pouco depois, cresceu ali uma admiração um pelo outro, que poderá vir a ser um amor?

Entretanto Catelyn foi morta, Sansa é agora cunhada de Jaime e Arya parece estar desaparecida, mas esta mantém a sua promessa para com Catelyn. Sansa foge de Kings Landing e Jaime pede a Brienne para encontrá-la e levá-la para um lugar seguro, longe da sua irmã e ali oferece-lhe uma nova armadura e a sua espada de Valyrian Steel, que ela nomeou de “Oathkeeper”, como presente de despedida, bem como o escudeiro de Tyrion, Podrick Payne.

Esta e Podrick vão em direção a Castle Black em busca de Sansa, mas acabam por descobrir pistas que levam até Arya, que estará acompanhada por Sandor Clegane (Hound), esta acaba por fugir durante a luta entre os dois.

Entretanto esta conseguiu matar o culpado pela morte de Renly, Stannis Baratheon, voltando para salvar a Sansa e depois levou-a para a segurança do seu meio irmão Jon Snow em Castle Black.

Ela conseguiu cumprir o seu dever por completo para com Catelyn Stark ao ter Sansa, Arya e Bran em Winterfell juntos. Durante um dos treinos com Podrick ainda fez uma pequena luta com a Arya e a sua espada “Neddle”, chegando a um bom empate.

Ela depois foi enviada por Sansa para Kings Landing para negociar com a Cercei, sendo que de seguida chegam Jon Snow e Daenerys Targaryan, ou seja ela esteve presente quando Cercei inicialmente recusou ajudar, mas no final pareceu que afinal iria ajudar.

Qual será o papel de Brienne nesta nova temporada? Será que as coisas entre ela e Jaime vão evoluir?

Sem dúvida que ninguém ficará indiferente ao final destas três personagens, resta-nos especular sobre o destino e o impacto destas na temporada que está para vir. Vamos descobrir mais sobre outras personagens no próximo artigo da saga, curiosos para saber quem são? Fiquem atentos e até para a semana.

 

Anúncios

As mortes mais marcantes de 2016

Este ano foi muito emocionante relativamente a séries. Falo por mim, quando digo que houve momentos que ainda não recuperamos. Difíceis, eu sei. Por esse motivo decidi fazer uma lista das mortes da televisão mais marcantes de 2016.

Glenn em The Walking Dead

Negan avisou e a Lucille tinha fome. Na última temporada o grupo de Rick encontrou-se com Negan, o novo vilão que apareceu para os atormentar. Com sede de vingança, utilizou a sua arma favorita, um bastão com arame farpado para matar. A resposta estava no primeiro episódio da sétima temporada. A escolha de Negan foi Abraham que conseguiu um fim de rei devido às suas últimas palavras. Já Glenn apanhou por tabela. Era uma personagem querida já que fazia parte do elenco desde a 1ª temporada. “I’ll find you” foi assim que se declarou a Maggie nos últimos momentos.

Laurel Lance em Arrow

Laurel Lance (Katie Cassidy), AKA Black Canary era um dos vigilantes, morreu depois de Damien Dahrk apunhala-la com uma das setas de Oliver Queen. Inicialmente parecia que Laurel ainda tinha hipóteses de sobreviver, pois recebeu imediatamente tratamento médico. Entretanto após confessar o seu amor por Oliver, não resistiu aos ferimentos. Após a sua morte, Queen comunicou publicamente a Star City quem na verdade era Lance, a Black Canary, como forma de ser reconhecida pelo seu esforço. De uma certa forma vive em Earth como Black Siren.

Hodor em Guerra dos Tronos

Hodor (Kristian Nairn) o gigante protector de poucas palavras foi morto por um exército de White Walkers. Morreu heroicamente, sacrificando-se para proteger a vida de Bran e Meera, enquanto fechava as portas do esconderijo onde se encontravam. Infelizmente os fãs da série finalmente conheceram o significado da palavra que sempre repetia, e daí o seu nome – Hodor. Antes do ataque Bran percorreu as memórias do seu passado, e percebeu que outrora ainda jovem, Hodor chamava-se Wylis. Wylis ouviu a Meera do futuro a gritar “Hold the door” e por isso repete sempre a mesma frase, até ser conhecido como Hodor.

Ramsay Bolton em Guerra dos Tronos

Outra baixa na série “Guerra dos Tronos“, mas este estava a pedi-las. Ramsay Bolton era das personagens mais odiadas. Depois de matar a própria família que o adotou, casa-se com Sansa Stark e faz da mulher gato-sapato. Vive com sede de sangue. No seu último episódio “The Battle of Bastards” luta até à exaustão com Jon Snow, matando ainda o mais novo dos Stark. Por fim é apanhado e morre com o seu próprio veneno, quando Sansa o abandona na cela com os cães dele esfomeados.

Pablo Escobar em Narcos

Este é um caso mais sério, pois foi baseado em factos verídicos. Pablo Escobar, colombiano e Senhor da Droga morreu num tiroteio com a força de segurança, depois de ter escapado à prisão. Não foi uma surpresa, pois a morte já tinha sido anunciada nesta segunda temporada. O legado de Escobar inclui um novo mundo da droga, marcado por ser multi-milionário, construiu casas para os pobres e assassinou centenas de pessoas.

Lexa em 100

Lexa (Alycia Debnam Carey) Comandante do Grounder Clans morreu com um tiro de uma arma de fogo, pouco tempo depois de ficar íntima de Clarke. A sua morte foi um acidente,  Titus, tinha intenções de assassinar Clarke. Lexa será lembrada pela sua liderança, os seus esforços para alcançar a paz e por ser defensor dos “direitos homossexuais” na televisão. Entretanto Lexa foi brevemente ressuscitada no final da temporada 3, quando Clarke viu-a na City of Light, conseguindo assim declarar o seu amor. Muitos fãs ainda não recuperaram deste acontecimento.

Vanessa Ives em Penny Dreadful

Vanessa Ives (Eva Green) era medium, bruxa e caçadora de vampiros, morreu de uma ferida de tiro. Ives perguntou ao lobisomem Ethan Crawford para matá-la de forma a salvar Londres do Drácula.“My battle must end,” ela disse-lhe, seguindo-se de um “You know that. Or there will never be peace on earth“. O duo partilhou um beijo de despedida antes de ele a enviar para o outro mundo. Ives não foi ressuscitada e esta cena marca o final da série “Penny Dreadful“.

Abbie Mills em Sleepy Hollow

Abbie Mills (Nicole Beharie) polícia, testemunha, irmã e co-protagonista, teve uma morte causada pela Caixa de Pandora. Mills valentemente sacrificou-se de modo a que Ichabod Crane e a sua irmã Jenny conseguissem sobreviver. Embora ainda pensassem que fosse possível salvar Abbie, todos os esforços foram em vão. O espírito de Abbie visitou Cran com uma mensagem “Our job was to carry you forward. My job is done”. Abbie Mills deixou para trás uma legião de fãs da série que ainda não acreditam no que aconteceu, nem sabem o que esperar da série já que uma das protagonistas deixou o programa.