Por 13 Razões

Por 13 Razões

Temporada 2

Esta série podia ter ficado pela primeira temporada. Mas devido ao forte impacto que causou na audiência, decidiram manter-se numa segunda temporada, focando-se nos mesmas temas da anterior: bullying, violações, suicídio, drogas, dificuldades de interacção sociais, entre outros fortes temas. A série que chega como um alerta as sinais de pedidos de ajuda da comunidade mais jovem.

Nesta segunda parte da série “Por 13 Razões” acompanhamos o julgamento dos intervenientes na morte da Hannah. Cada uma das personagens que foi uma razão da sua escolha, irá revelar a verdade (ou não) sobre a sua situação com a protagonista. Cada um tem a sua própria história, e essa história pode ser contada de maneiras diferentes. Enquanto que na temporada passada conhecemos o lado da história da Hannah, nesta vamos conhecer o outro lado dos intervenientes.

Passados 6 meses desde os eventos da temporada anterior e da descoberta das cassetes de Hannah por Clay, é apresentada uma evolução das personagens. Alex ainda em recuperação, após a tentativa de suicídio. Jessica ainda sofre com a descoberta da sua violação provocada por Bryce, e só agora vai voltar para a escola. Clay começou um namoro com Skye, que revela ter problemas psiquiátricos e Justin ainda se encontra desaparecido. Cada uma das personagens, encontram-se danificados, mas tentam recuperar dos seus próprios traumas e medos.

Resultado de imagem para 13 reasons why season 2 gif

Voltamos ao retro. Depois de cassetes audio, o foco nesta temporada são as fotografias polaroid. Uma prova que a Hannah não foi a única vítima. A verdade vai descobrir-se a cada episódio que se aproxima do fim. O último foi provavelmente o mais marcante e apresenta mesmo a intenção de chocar. Tal com a cena do suicídio de Hannah que foi apresentado explicitamente na série, também este momento foi muito pensado e necessário para entendermos o sofrimento destes jovens. Uma causa é o fruto de uma consequência, e tal foi bem evidenciado.

Os temas debatidos nesta série são fortes e chegou a altura de dizer “chega” e ajudar quem mais necessita. No início de cada episódio os atores abordam os fãs com indicações de linha de ajuda caso necessitem. Um facto é que o recurso a estas linhas aumentou desde a estreia da série. Muito ainda ficou em aberto e espera-se uma terceira temporada para o próximo ano, já confirmada.

Por 13 Razões” é muito intenso e íntimo. Existem cenas que quase nos deixam sem ar de tão fortes e pesadas que são. Apesar de ser ficção esta série, acredito que os atores necessitem de grande apoio emocional para muitas das cenas que retratam.

Resultado de imagem para 13 reasons why season 2 gif

Concluindo esta temporada foi longa, cada um demorava 1hora que arrastava o desenvolvimento do enredo, mas que no final tudo foi explicado. “Por 13 Razões” é uma série pesada, mas merece ser vista, pois apresenta o sofrimento em temas ruins da sociedade. Volta a ser pertinente e necessária, já que falta mais conteúdo assim.

Anúncios

Por 13 Razões

Por 13 Razões

De quem é a culpa?

A Netflix brindou-nos com uma nova série no final do mês de março. “Por 13 Razões” foca-se numa mensagem forte, tão forte que conseguiu por toda a internet a falar sobre o assunto. Baseado nos livros de Jay Asher, “13 Reasons Why” é uma série original do canal de streaming que foca-se na vida, ou melhor na morte de Hannah Baker. Hannah é a protagonista desta história, mesmo já estando morta. Durante 13 episódios acompanhamos a experiência de Hannah que levou à sua escolha de tirar a própria vida. O suicídio juvenil é na maioria causado devido ao bullying, e esta série tornou-se num abre-olhos que causou o aumento nas linhas de ajuda aos jovens. Hannah Baker (Katherine Langford) explica em sete cassetes, 13 razões que a levaram ao seu fim. Clay Jensen (Dylan Minnette) um rapaz tímido que sempre admirou Hannah recebe numa caixa de sapatos e assim começa a descobrir a verdade por tudo o que a sua amiga passou.

13 Reasons Why” é muito mais do que uma série de adolescente. Toca na ferida, de assuntos sérios como a desigualdade de sexos, o bullying, a homosexualidade, a violação, a depressão, as drogas, o alcoolismo, o assédio sexual e a morte. Durante 13 episódios sentimos na pele as dificuldades emocionais e psicológicas de Hannah. Todos nós somos esta personagem, mas também somos as outras. O que é importante reter desta série é que ninguém está sozinho e devemos tentar perceber o lado do outro. Não sabemos o que se passa na cabeça de cada um, mas é nossa obrigação tentarmos conversar quando notamos algo de errado. Com um argumento bem escrito, personagens interessantes e reais, com uma história profunda, “Por 13 Razões” é um trama que merece ser visto e reflectido. Podemos estar a salvar vidas, pois tudo o que precisam é um amigo. A Netflix é a principal responsável desta produção que já conseguiu muitos fãs. O final foi forte e ainda deixou muito por resolver. Será que vão produzir uma segunda temporada?