Foxcatcher

Foxcatcher

Título: Foxcatcher
Ano: 2014
Realização: Bennett Miller
Interpretes: Steve Carell, Channing Tatum, Mark Ruffalo…
Sinopse: Os campeões olímpicos da equipa wrestling norte-americana, Mark e Dave Schulz juntam-se à equipa “Foxcatcher” liderada pelo excêntrico John du Pont, em 1988 enquanto treinam para as os Jogos Olímpicos em Seoul, mas a personalidade auto-destrutiva de John ameaça destrói-los a todos.

Foxcatcher esteve nomeado para os Oscars de 2015, nas categorias de melhor ator, melhor ator secundário, melhor roteiro original e melhor maquilhagem. Apesar de apenas agora assistir ao filme, admito que fiquei desapontada com os seus acontecimentos. Contudo os atores merecem o reconhecimento. A narrativa vazia e imperfeita em falhas e lacunas que dificultaram a compreensão das ações das personagens é dos pontos mais fatais. Compreendo que estes acontecimentos verídicos transparecem a realidade, mas faltou muita informação e a repentina mudança de personalidade em todas as personagens não ajudou.

O realizador, Bennett Miller tem uma adoração especial por histórias reais. Depois de vários documentários e da obra cinematográfica “Capote” focou-se nos drásticos acontecimentos de Foxcatcher. A história baseia-se no tumultuoso relacionamento do milionário John du Pont e os irmãos medalhistas das Olimpíadas, Mark e Dave Schulz que dedicaram toda a sua vida à luta greco-romana. Du Pont vem de uma família nobre que pretende criar a equipa mais infalível deste desporto, que pela sua mãe é algo considerado desprezível e “pobre”. Ao poucos esta amizade, vai denegrir-se e tornar-se tóxica, um prelúdio das consequências trágicas que o dinheiro podem trazer.

Apesar desta abordagem mais superficial, Miller pretende algo mais profundo com este filme. A ideia ilusória de que os Estados Unidos da América são o melhor país do mundo, e a fome de vencer está bem presente. Um país orgulhoso, snobe e muito competitivo em conseguir títulos e vitórias, mas a importante questão, é a que custo?

O elenco é dos contributos mais poderosos deste filme. Steve Carell totalmente irreconhecível dos filmes de comédia que normalmente participa. Apresenta uma postura solitária, excêntrica e pouco compreensível com um diálogo vagaroso e metódico. Channing Tatum apresenta uma excelente forma física neste filme, contudo com uma presença marcada pelo protagonismo maior de Mark Ruffalo que consegue destacar-se como ator secundário. Concluindo o filme, apesar da sua fotografia escura, aborda uma história poderosa dramática com um fantástico elenco, mas ainda com alguns aspectos a melhorar. O blogue atribui 3,5 estrelas em 5.

3-5-estrelas

Anúncios

E então os vestidos?

É claro que vou falar dos vestidos utilizados na 87ª edição dos Oscars, que todos os anos premeiam o que melhor se realizou no cinema. Além dos vencedores a indumentária pode dar muito que falar, todos os olhos estão postos na Passadeira Vermelha e os críticos estão atentos. As grandes casas das marcas de roupa e jóias não perdem tempo a criar tendências para este dia, que também é uma boa forma de publicidade. As meninas gastam milhares em tratamentos de pele, maquilhagem e cabelos (além da roupa), para o grande dia. Ora fica aqui alguns modelos utilizados nos Oscars de 2015.

oscars 2015

Emma Stone em Elie Saab | Lupita Nyong’o em Calvin Klein | Dakota Johnson em Saint Laurent

rs_560x415-150222172711-1024-best-dresses-oscars.ls_.22215_copy

Jennifer Aniston em Versace | Jennifer Lopez em Elie Saab | Rosamund Pike em Givenchy | Zoe Saldana em Versace | Gwyneth Paltrow em Ralph & Russo

rs_560x415-150222181335-1024-worst-dressed-oscars_copy

Rita Ora em Marchesa | Nicole Kidman em Louis Vuitton | Scarlett Johansson em Versace | Marion Cotillard em Dior Haute Couture | Margot Robbie em Saint Laurent

Oscars-2015-best-dressed

Julianne Moore em Chanel | Reese Witherspoon em Tom Ford | Anna Kendrick em Thakoon

Oscares 2015

oscars-2015
Numa cerimónia conduzida por Neil Patrick Harris, “Birdman” foi o grande vencedor da noite mais aguardada do cinema, venceu nas principais categorias. “Boyhood” foi o grande derrotado, com apenas um oscar que ganhou. Esta foi uma gala cheia de surpresas. Ora vê a lista:

Melhor Filme

  • Boyhood
  • Birdman
  • The Imitation Game
  • Selma
  • The Theory of Everything
  • Whiplash
  • The Grand Budapest Hotel
  • American Sniper

Melhor Realizador

  • Richard Linklater, Boyhood
  • Alejandro González Iñárritu, Birdman
  • Wes Anderson, The Grand Budapest Hotel
  • Bennett Miller, Foxcatcher
  • Morten Tyldum, The Imitation Game

Melhor Ator

  • Michael Keaton, Birdman
  • Eddie Redmayne, The Theory of Everything
  • Benedict Cumberbatch, The Imitation Game
  • Steve Carell, Foxcatcher
  • Bradley Cooper, American Sniper

Melhor Atriz

  • Julianne Moore, Still Alice
  • Reese Witherspoon, Wild
  • Rosamund Pike, Gone Girl
  • Felicity Jones, The Theory of Everything
  • Marion Cotillard, Two Days, One Night

Melhor Ator Secundário

  • J.K. Simmons, Whiplash
  • Ethan Hawke, Boyhood
  • Edward Norton, Birdman
  • Mark Ruffalo, Foxcatcher
  • Robert Duvall, The Judge

Melhor Atriz Secundária

  • Patricia Arquette, Boyhood
  • Laura Dern, Wild
  • Keira Knightley, The Imitation Game
  • Emma Stone, Birdman
  • Meryl Streep, Into the Woods

Melhor Argumento Original

  • Boyhood
  • Birdman
  • The Grand Budapest Hotel
  • Nightcrwaler
  • Foxcatcher

Melhor Argumento Adaptado

  • The Imitation Game
  • Inherent Vice
  • Whiplash
  • American Sniper
  • The Theory of Everything

Melhor Filme Estrangeiro

  • Ida (Polónia)
  • Timbuktu (Mauritânia)
  • Leviathan (Rússia)
  • Wild Tales (Argentina)
  • Tangerines (Estónia)

Melhor Filme de Animação

  • The Tale of the Princess Kaguya
  • Big Hero 6
  • How to Train Your Dragon 2
  • The Boxtrolls
  • Song of the Sea

Melhor Documentário

  • Citizenfour
  • Last Days in Vietnam
  • Finding Vivian Maier
  • Virunga
  • The Salt of the Earth

Melhor Montagem

  • American Sniper
  • Boyhood
  • The Grand Budapest Hotel
  • The Imitation Game
  • Whiplash

Melhor Fotografia

  • Emmanuel Lubezki, Birdman
  • Roger Deakins, Unbroken
  • Lukasz Zal e Ryszard Lenczewski, Ida
  • Robert Yeoman, The Grand Budapest Hotel
  • Dick Pope, Mr. Turner

Melhor Design de Produção

  • Into the Woods
  • Interstellar
  • The Grand Budapest Hotel
  • Mr. Turner
  • The Imitation Game

Melhor Maquilhagem e Cabelo

  • Foxcatcher
  • The Grand Budapest Hotel
  • Guardians of the Galaxy

Melhor Guarda-Roupa

  • Into the Woods
  • Maleficent
  • The Grand Budapest Hotel
  • Mr. Turner
  • Inherent Vice

Melhor Banda Sonora Original

  • Gary Yershon, Mr. Turner
  • Hans Zimmer, Interstellar
  • Jóhann Jóhannsson, The Theory of Everything
  • Alexandre Desplat, The Grand Budapest Hotel
  • Alexandre Desplat, The Imitation Game

Melhor Canção Original

  • “Glory”, Selma
  • “Grateful”, Beyond the Lights
  • “I’m Not Gonna Miss You”, Glen Campbell…I’ll Be Me
  • “Lost Stars”, Begin Again
  • “Everything is Awesome”, The LEGO Movie

Melhor Montagem de Som

  • Interstellar
  • Unbroken
  • The Hobbit: Battle of the Five Armies
  • American Sniper
  • Birdman

Melhor Mistura de Som

  • Interstellar
  • Whiplash
  • Birdman
  • Unbroken
  • American Sniper

Melhores Efeitos Visuais

  • Interstellar
  • Guardians of the Galaxy
  • Dawn of the Planet of the Apes
  • Captain America: The Winter Soldier
  • X-Men: Days of Future Past

Melhor Curta-Metragem Live Action

  • Boogaloo and Graham
  • Butter Lamp
  • The Phone Call
  • Aya
  • Parvaneh

Melhor Curta Metragem Documental

  • Crisis Hotline: Veterans Press 1
  • Joanna
  • The Lion’s Mouth Opens
  • The Reaper (La Parka)
  • White Earth

Melhor Curta-Metragem Animada

  • The Bigger Picture
  • Me And My Moulton
  • A Single Life
  • The Dam Keeper
  • Feast
(Fonte: Magazine HD)