Leaving Neverland

Leaving Neverland

As revelações são chocantes. Não queria continuar a ver, mas por outro lado os meus olhos não descolavam o ecrã, tamanha era a vontade de conhecer aquela história. A polémica, não é nova. Michael Jackson já foi acusado de abusos sexuais a menores. Houve um julgamento, os media focaram-se no assunto. Culpado ou inocente? Contudo não houve provas suficientes para ir imediatamente para trás das grades.

Neste documentário da HBO com duas partes e com duas horas cada um, acompanhamos duas histórias com o mesmo propósito. Expor a verdade sobre os segredos do rei do pop. Dois homens, que enquanto crianças foram amigos íntimos de Michael Jackson explicam a sua versão dos acontecimentos. Como o artista os aliciava com brincadeiras, doces, e todo um mundo de luxo e novidades durante o dia e durante a noite lentamente criava o contacto sexual. Tudo muito secreto e nada comentado. O carisma de Michael Jackson era tão forte que os jovens entre os 7 e 13 anos cumpriam, mesmo que significa-se o sofrimento em silêncio.

Estes casos não eram descobertos, mesmo com os pais das crianças próximas do local onde tudo acontecia. Neverland o refúgio do artista era um forte construído propositadamente para este efeito. Com as suas divisões secretas, sala de cinema privada, quartos de brincadeira, jardim zoológico, piscina e parque de diversões privado. Um local de fantasia que escondia terríveis crueldades.

Admito que fiquei um pouco perturbada com estas acusações. Nunca considerei Michael Jackson um homem normal, as suas presenças em público eram estranhas e isso também se reflectia na sua aparência. Era extravagante e inocente ao mesmo tempo. Um miúdo que cresceu muito rápido e consequentemente trouxe problemas emocionais para o seu futuro. Neste documentário bastante explícito,  Wade Robson e James Safechuck revelaram pormenores da sua intimidade com Jackson. Contudo considero que este é apenas um documentário visto de um lado da história. “Leaving Neverland” explica apenas o lado do acusadores. Será verdade? Ou é apenas o dinheiro a falar? Um mistério que ainda vai continuar, pois existe quem afirme e quem desmente.

Anúncios