Saltar para o conteúdo

Etiquetajulianne moore

Crítica: O meu nome é Alice

Uma professora linguística e a sua família são testados quando ela é diagnosticada com a doença Alzheimer.

Crítica: Freeheld Amor e Justiça

As expectativas altas formaram-se em redor desta obra cinematográfica do realizador Peter Sollet. Mas a falta de determinação, tornaram este filme numa telenovela melodramática, com demasiadas falhas. A história comovente da luta de duas mulheres para a permissão dos mesmos direitos de pensão que os casais heterossexuais, comoveram a América nos anos 2005/2006. Ainda hoje são recordadas como as impulsionadoras e o orgulho homossexual. Além de ser baseado num caso real, foi inspirado pela curta-metragem documental com o mesmo nome, realizado por Cynthia Wade que ganhou o Óscar em 2007

Crítica: O Sétimo Filho

Quando a Mãe Malkin, a rainha das bruxas, escapa da prisão que estava durante anos, colocada lá por um Caçador de Monstros profissional, Spook e mata o seu aprendiz. Spook recruta um novo, chamado de Tom, o sétimo filho do sétimo filho, para ajuda-lo.

Crítica: Carrie

A reinvenção do conto clássico de terror que conta a história de Carrie White, uma jovem excluída pelos seus colegas e protegida pela sua mãe, uma mulher profundamente religiosa. Após ser humilhada no baile de finalistas, Carrie espalha o terror pela sua pequena cidade utilizando os seus poderes telecinéticos

Crítica: 9 Meses

Sam tem tudo: uma maravilhosa namorada, um emprego de sucesso como psicólogo infantil e um Porsche vermelho. Mas tudo muda quando a namorada lhe diz Que está grávida. Dividido entre os conselhos de um casal demasiado intrometido, o amigo solteirão e um louco ginecologista russo, Sam tem apenas nove meses para crescer – ou perder tudo o que tem!