Cuidado Com o Que Desejas

Cuidado Com o Que Desejas

Título: The Change-Up
Ano: 2011
Realização: David Dobkin
Interpretes: Jason Bateman, Ryan Reynolds, Olivia Wilde…
Sinopse: Dave é um homem casado, com três filhos que vive confortavelmente na sua casa com a sua esposa e Mitch é um jovem solteiro que está no auge da sua vida sexual. Durante uma noite, eventos estranhos acontecem e ambos trocam de corpo.

Cuidado com o que desejas” é um filme de pipoca que apresenta uma premissa que não é nova. Por ironia do destino duas almas trocam de corpo e conseguem compreender que afinal devem apreciar melhor a vida que cada um tem. Filmes como “Um dia de Loucos“, “Hot Chick”, “Shaggy Dog” são alguns exemplos de filmes do género. Associado à comédia esta narrativa com uma lição de vida , consegue fazer o público soltar algumas gargalhadas. Em “Cuidado com o que desejas” temos o protagonismo dividido entre Jason Bateman, um ator muito sóbrio nas comédias que participa e Ryan Reynolds (Deadpool) aqui pode não estar tão à vontade como a personagem que lhe deu fama, mas mesmo assim mantém uma participação consciente e sem grandes exageros.

Nesta obra cinematográfica conseguimos assistir a um entretenimento satisfatório, que apesar de não apresentar nada de novo, consegue sobressair-se com alguns momentos divertidos e situações atribuladoras. Quanto ao desempenho do elenco mantém-se bem constituído, e bem-disposto. Dos realizadores de “Fura-Casamentos” e argumentistas de “A Ressaca“, chegamos um filme divertido, mas não tão memorável como os referidos anteriormente. Concluindo esta é uma obra para assistir quando não queremos pensar muito e ainda soltar umas gargalhadas. O blogue atribui 3 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2

Anúncios

Noite de Jogo

Noite de Jogo

Título: Night Game
Ano: 2018
Realização: John Francis Daley, Jonathan Goldstein
Interpretes: Jason Bateman, Rachel McAdams, Kyle Chandler…
Sinopse: Um grupo de amigos que se encontram regularmente para noites de jogos, são obrigados a solucionar um grande mistério na vida real.

Diversão é juntar os amigos no conforto da nossa casa e passar um serão divertido a jogar charadas ou sorte e azar. O que não é divertido é quando o que pensávamos ser ficção, ser mesmo real. Max (Jason Bateman) e Annie (Rachel McAdams) são competitivos nos seus jogos e gostam de ganhar a todo o custo. A chegada do irmão de Max, Brooks (Kyle Chandler) à cidade vai rodar as regras do jogo. O que devia ser uma noite tranquila na casa de Brooks com um jogo de mistério, é na realidade um verdadeiro sequestro à mão armada com os mais perigosos mafiosos procurados pela polícia. O jogos estão a prestes a tornarem-se demasiadamente sérios.

Game Night-1

As boas comédias no cinema tem sido escassas. Dificilmente encontramos um bom filme que entretém e nos faça rir. “Noite de Jogo” consegue entrar sorrateiramente nessa etapa. Uma obra cinematográfica que parece vulgar, rapidamente recebe pontos pela sua ousadia, espontaneidade e divertimento. O que tornou este um filme mais cativante é a inocência das personagens sobre o que realmente está a acontecer à sua volta. Além disso vários plot twists interagem irreversivelmente na narrativa.

A liderar o elenco temos Jason Bateman conhecido pelo público como ator de comédia. Interpreta uma personagem sem exageros mas que ainda nos faz soltar umas gargalhadas. Como companhia é Rachel McAdams que está à vontade como sua esposa. A atriz provou a sua descontracção na comédia. A sua personagem é energética e saltitante o que atribui uma graça especial ao filme. O argumento é divertido e entretém o público com uma narrativa surpreendente sobre um tema que não é recorrente. O blogue atribui 3,5 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2golden_star2

Desligados

Desligados

Título: Disconnect
Ano: 2012
Realização: Henry Alex Rubin
Interpretes: Jason Bateman, Jonah Bobo, Haley Ramm….
Sinopse: Um drama centrado num grupo de pessoas que procuram conexões no mundo actual das novas tecnologias.

Nos tempos que correm somos uma sociedade que depende bastante das novas tecnologias. Tal situação tem os seus aspetos positivos e negativos. Vivemos demasiadamente conectados com essa realidade virtual que nos esquecemos de nos comunicar com os outros pessoalmente. Vivemos desconcertados. Desconectados. Contudo vivemos nesta dependência da internet e redes sociais e nem nos apercebemos. Neste filme contado pelos olhos de Henry Alex Rubin, compreendemos um lado humano e real desta situação moderna.

Disconnect-2

Filmado quase como se existisse uma câmara escondida, os diferentes atores interpretam com clareza as dificuldades das suas personagens. Histórias paralelas que não se juntam, mas que focam-se em temas cruciais da realidade em que vivemos. O tema que mais me marcou foi o cyberbullying que infelizmente é um caso sério e como consequência mais grave pode levar ao suicídio. A fraude na internet também foi um assunto apresentado e de que forma podemos evitar acontecer connosco. Além disso a exploração sexual foi outro tema debatido. O recebimento de dinheiro fácil, nem sempre é o melhor caminho.

Concluindo “Desligados” é um filme sério, realizado em forma de documentário que merece toda a nossa atenção. Assuntos que devem ser apresentados com mais frequência devido à seriedade dos mesmos. O blogue atribui 3,5 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2golden_star2

Crítica: Sete Dias Sem Fim

7 dias sem fim-1

Título: This Is Where I Leave You
Ano: 2014
Realização: Shawn Levy
Interpretes: Jason Bateman, Tina Fey, Jane Fonda…
Sinopse: Quando o patriarca desta família falece, quatro irmãos são forçados a voltar à sua infância e à casa onde cresceram. Durante 7 dias terão de estar juntos, algo muito difícil para esta família que mantém problemas ainda por resolver dentro de si. Será que se vão safar?

7 dias sem fim-2

Estes dramas familiares mantém sempre o mesmo ponto de referência. Uma família disfuncional, que de maneira alguma se entendem, juntam-se devido a uma tragédia. A morte do patriarca junta durante 7 dias os Altman. Composta por uma mãe (Jane Fonda) viciada em cirurgias plásticas que desabafa sobre os seus problemas nos livros que é autora, e os quatro filhos. Wendy (Tina Fey) tem dois filhos e vive desesperada com o seu tempo, num casamento que não suporta, e ainda vive apaixonada pela sua paixão do secundário. Paul (Corey Stoll) vive com a sua esposa insatisfeita por não conseguir engravidar e ex-namorada do seu irmão. Judd (Jason Bateman) está deprimido devido ao seu recente casamento falhado devido à traição da sua esposa. Por último o filho mais novo, Phillip (Adam Driver) o compulsivo viciado em sexo e mulheres que vive a vida em grandes excessos. Todos vão tentar por de parte os seus problemas e conviverem facilmente em família, tarefa que não será nada fácil de sustentar. Com vários momentos de humor e drama, este filme demonstra uma conflituosa situação em tempos de caos.

7 dias sem fim-3

Olhando para o elenco que compõe este filme é fácil nos rendermos. Afinal além dos nomes que mencionei ainda se junta Rose Byrne, Connie Britton e Kathryn Hahn. No entanto à medida que acompanhamos a história percebemos que falta mais intriga e mais momentos cómicos que não fossem forçados. Seria mesmo mais interessante conseguirmos acompanhar o desenvolvimento emocional das personagens do que criar falsas expectativas. “Sete Dias sem Fim” consegue ser um filme comestível, mas não proporciona um entretenimento memorável. Também nenhum ator se destaca, no entanto foi interessante a relação que partilhavam neste filme. Concluindo “This is Where I Leave You” é um filme com um trama mediano que se dedica exclusivamente à relação social de um grupo de pessoas. O blogue atribui 3 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2

Crítica: Zootrópolis

Zootroplis-3

Título: Zootopia

Ano: 2016

Realização:  Byron Howard e Rich Moore

Interpretes:  Ginnifer Goodwin, Jason Bateman, Idris Elba…

Sinopse: Numa cidade governada por animais antropomórficos, uma coelha polícia de personalidade alegre, e uma raposa irónica e cheia de esquemas, tem de trabalhar em conjunto para resolverem uma grande conspiração.

zootroplis-2
Zootroplolis” pode não ter recebido a mesma publicidade que “Finding Dory“, mas conseguiu provar o seu valor. Com um argumento bem-disposto, desafiante e energético, sentimos como se se fossemos crianças novamente. Este é um filme para toda a família. Riam-se sempre de Judy Hopps ( Ginnifer Goodwin), quando esta lhe contava o seu sonho: ser polícia. Numa cidade governada por animais antropomórficos, para uma coelha, pode ser um pouco, difícil, mas não impossível. Existe uma cena no filme, em que o Chefe Bongo comenta”Life isn’t some cartoon musical where you sing a little song and all your insipid dreams magically come true. So let it go.” Referência da própria Disney dita em tom de brincadeira que explora bem a situação de Judy. Com comportamento exemplar, conhece Nick Wild, uma raposa vigarista, e sem que se dessem conta estão presos numa conspiração que ameaça a cidade. Esta dupla improvável vai descobrir a verdade, num mundo que está a ser transformado num caos.

Zootropolis-1

O filme está cheio de momentos divertidos. A cena das preguiças serem funcionários públicos é hilariante, assim como os atritos entre Judy e Nick. Além da comédia já habitual neste género de filmes, o mistério também mora ao lado. Até o final o espectador fica curioso para descobrir o vilão desta teoria da conspiração. Além destes temas descontraídos, “Zootopia” aborda temas mais sérios, é o caso do bullying, e sobre a posição dos mais fortes sobreporem-se aos mais fracos. Como não podia deixar de ser existe uma lição para aprender. A história está bem construída, as personagens são divertidas, e o argumento bem planeado. “Zootopia” pode não ser excelente como “Inside-Out” mas está num bom caminho. O blogue atribui 4 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2golden_star2