Fragmentado

Título: Split
Ano: 2016
Realização: M. Night Shyamalan
Interpretes: James McAvoy, Anya Taylor-Joy, Haley Lu Richardson…
Sinopse: Três raparigas são raptadas por um homem diagnosticado com 23 personalidades diferentes. Elas tentam escapar, antes da chegada da personalidade número 24.

Esta temática das múltiplas personalidades sempre foi um tema que me despertou curiosidade. Acedi ao tema com no filme Identidade Misteriosa (2003) e a série Bates Motel (2013-2017). Considero interessante como deixamos de ser quem somos e passamos a ter diferentes personalidades diferentes. “Fragmentado” realizado por M. Night Shyamalan, é um misto de mistério, drama e triller psicológico sobre uma pessoa que sofre com esta patologia. O ator James McAvoy interpreta um homem com 23 personalidades diferentes. Como forma de conseguir evocar a vigésima quarta personalidade, rapta três raparigas adolescentes. Casey, Claire e Marcia terão de lutar pela própria vida e arriscarem-se a saírem da cave onde estão mantidas prisioneiras.

Split-1

O que se destaca deste filme satisfatório de M. Night Shyamalan (que já há muito tempo não realizava nada de relevante) é mesmo o fantástico argumento. De maneira subtil, carismática e misteriosa agarra o espectador a todos os segundos do ecrã, para tentar perceber o fluxo narrativo. Um aplauso para a extravagante interpretação de James McAvoy, um ator de mão cheia. Interpreta diferentes personalidades desde a criança Hedwig que dança freneticamente Kanye West; à controladora Patricia, ao protetor e forte Dennis, ao estilista Barry, entre outros. Conseguimos facilmente descobrir qual a personalidade que emergiu devido à sua capacidade camaleónica. Desta forma se descobre o que separa os bons dos excelentes atores. Apesar da exuberante performance de McAvoy, a atriz Anya Taylor-Joy como Casey também consegue estar à medida do peso da sua personagem. Os seus silêncios são muito expressivos “Split” conseguiu ainda um final totalmente inesperado e conseguiu interligar-se com o filme “O Protegido” com Bruce Willis e Samuel L. Jackson que Shyamalan realizou à 18 anos atrás. Vamos finalmente receber uma continuação à película. Concluído o blogue atribui 3,5 estrelas em 5. golden_star2golden_star2golden_star2golden_star2

Crítica: The Edge of Seventeen

The Edge of Seventeen-1
Título: The Edge of Seventeen
Ano: 2016
Realização: Kelly Fremon Craig
Interpretes: Hailee Steinfeld, Haley Lu Richardson, Blake Jenner
Sinopse: A vida na escola secundária não tem sido mais suportável para Nadine, quando a sua melhora amiga, Krista, começa a namorar para o seu irmão mais velho.

The Edge of Seventeen-2

Nadine nunca teve uma vida facilitada. Basicamente nunca se integrou na sociedade. Depois da morte do seu pai, foi pior, pois este era o único que a compreendia. Sempre solitária, Nadine conhece Krista, e tornam-se as melhores amigas. A amizade durou anos, até ser abalada pela relação amorosa entre Krista e o seu irmão mais velho Darian. A relação entre os irmãos nunca foi a melhor, e depois desta situação ainda piorou. Esta é uma jornada de auto-descoberta de identidade de uma rapariga de 17 anos que não se identifica no seu meio. Entre a escola, a família e romances, ser adolescente pode ser complicado, mas por vezes é preciso ver pelo outro lado do prisma e conhecermos o melhor de cada situação. Não nos devemos preocupar, mas sim pensar que é só uma fase e com o tempo tudo passa.

The Edge of Seventeen3Hailee Steinfeld surpreende neste papel. Deixa de ser a jovem sensual para se tornar numa rapariga com roupas estranhas e sapatilhas coloridas. Hailee vive a protagonista com garra e a sua interpretação é expressiva o suficiente para adorarmos a personagem. Como já referi este filme retrata a adolescência, mas de um ponto de vista irónico e com sátira visto aos olhos da protagonista que não se integra no meio. Por um lado este é também um filme muito humano, pelo menos é o que conclui com a sua mensagem final. Concluindo “The Edge of Seventeen” destaca-se pelo seu argumento genuíno, fugindo um pouco aos parâmetros dos filmes do género. O blogue atribui 3,5 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2golden_star2