Saltar para o conteúdo

Etiquetaemma stone

Crítica: Zombieland Tiro Duplo

Columbus, Tallahassee, Wichita, e Little Rock mudam-se para a Casa Branca para derrotarem alguns zombies, contudo a curiosidade de descoberta e formas de conhecer pessoas novas aumenta.

Crítica: A Favorita

No início do séc. 18, em Inglaterra, a rainha Anna, ocupa o trono, e a sua melhor amiga, Lady Sarah, governa o país no seu lugar. Quando uma nova emprega, Abigail, chega o seu charme afasta Sarah do pode

O estilo de Emma Stone

arrasa sempre na passadeira vermelha. A fofura da atriz é contagiante e dá-nos vontade a trazer para casa e enche-la de abraços. Está sempre linda e consegue surpreender com os seus looks de estrela, excepto nos Óscares deste ano (mas vamos esquecer que isso aconteceu). Esta é a lista dos melhores looks da atriz Emma Stone.

Crítica: As Serviçais

As Serviçais (The Help) é um filme de 2011 e tem como protagonistas Emma Stone, Viola Davis, Jessica Chastain e Bryce Dallas Howard, o realizador foi Tate Taylor. Este filme demonstra como uma história simples pode se tornar bastante emocionante e “refrescante” necessitamos de mais filmes assim. A sua história é baseada no homónimo bestseller literário de Kathryn Stockett, e leva-nos até à Era dos Direitos Civis nos Estados Unidos da América

Crítica: Easy A

asy A conta-nos a história de Olive Penderghast (Emma Stone) uma adolescente que não tem uma vida social muito atractiva. No entanto tudo isso mudo quando vê-se obrigada a mentir sobre a sua vida sexual. Depois da mentira sobre a perda da sua virgindade se espalhar por toda a escola, Olive vê a sua vida paralela à de Hester Prynne, em “A Letra Escarlate” (Adultery), um livro que está a estudar atualmente na escola. Porém a jovem decide tirar proveito da sua má fama, recebendo bens por cada mentira, avançando assim na sua vida social e financeira. Porém quando a sua imagem começa a degradar-se, e a perder amigos, Olive toma atitude de acabar de vez com os boatos a seu respeito. Mas como acabar com algo deste género?

Crítica: Crazy, Stupid Love

Estava tudo bem na vida de Cal Weaver (Steve Carrel), tem dois filhos que adora, uma casa paga, um emprego rentável e é casado com uma mulher que ama. Mas tudo muda, quando a sua esposa Emily (Julianne Moore) confessa que já o traiu com um colega de trabalho (Kevin Bacon) e por isso quer o divórcio.