O Corcunda de Notre Dame 2

Título: The Hunchback of Notre Dame II
Ano: 2002
Realização: Bradley Raymond
Interpretes: Jason Alexander, Jennifer Love Hewitt, Tom Hulce…
Sinopse: Quasimodo partilha uma aventura com um circo que chegou à cidade, enquanto lhe tentam roubar o sino de Notre Dame.

A segunda parte do filme de animação da Disney, “O Corcunda de Notre-Dame” baseado no livro com o mesmo nome de Victor Hugo, pretende dar um final feliz à personagem principal, Quasimodo. No filme anterior foi rejeitado no amor, mas agora terá uma segunda oportunidade. Quasimodo, o jovem sineiro de Notre Dame pode agora passear pelas ruas parisienses à vontade. Depois de anos fechado na igreja pode ter o que sempre quis visitar o festival que animam as ruas. A chegada do circo veio animar as festividades. Quasimodo conhece Madeleine, a ajudante do ilusionista. Contudo a distracção do  sineiro faz parte de um plano para roubarem o precioso sino de Notre Dame.

Claramente esta torna-se numa fraca obra comparando com o original. “O Corcunda de Notre Dame 2″ perdeu na qualidade de animação e com a sua narrativa previsível e vulgar. Não acrescenta nada de novo e apenas tem a função de obrigação para criar um final feliz forçado. Esperava mais da continuação desta história. O blogue atribui 2 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2

Carros 3

Título: Cars 3
Ano: 2017
Realização: Brian Fee
Interpretes: Owen Wilson, Cristela Alonzo, Chris Cooper…
Sinopse: O Lightning McQueen tenta provar à próxima geração de corrida que ele ainda é o melhor carro competitivo.

Depois de um segundo filme muito supérfluo, a Pixar volta a dar um novo ânimo ao seu clássico de animação, Cars 3. Neste terceiro filme Lightning McQueen tem um novo desafio. Voltar a ser o melhor carro de corrida, mesmo com a chegada da nova geração de motores mais eficazes. McQueen terá de voltar a lembrar-se do treino necessário para voltar a ser o melhor dos melhores. O caminho não é fácil, mas a personagem não estará sozinha. A Pixar não queria terminar mal com o segundo filme de Cars, daí criou uma nova história com um final mais conclusivo e digno.

A animação colorida e bem definida continua a ser dos factores mais positivos do filme. O espectador consegue sentir a adrenalina das corridas. Muita ação e comédia, aliam-se aos valores da amizade nesta película.

Carros 3-2

Owen Wilson volta a ser a voz de Lightning McQueen. O comediante consegue captar o carisma principal do protagonista. “Cars 3” consegue uma avaliação satisfatória. Fortes valores são apresentados e a mensagem consegue ser bem transmitida. Ideal para todas as idades, e até mesmo os adultos se tornam mais nostálgicos. Concluindo “Carros 3″ conseguiu convencer e é um final merecido. O blogue atribui 3 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2

Coco

Título: Coco
Ano: 2017
Realização: Lee Unkrich, Adrian Molina
Interpretes: Anthony Gonzalez, Gael García Bernal, Benjamin Bratt…
Sinopse: O jovem aspirante a músico, Miguel confronta a sua família sobre banir a música. Numa viagem de auto-descoberta viaja até à Terra dos Mortos para encontrar o seu tetra-tetra avô um famoso cantor.

No novo filme da Pixar a família volta a ser o foco principal da história. No México, Miguel é um rapazinho com um sonho: ser músico. Contudo a família baniu a música de geração em geração, mesmo em terra de maricahis. Miguel tenta por tudo seguir o seu sonho de músico e como consequência vai para à terra dos mortos. Num lugar desconhecido o jovem é apresentado aos seus antepassados e insiste na história para perceber a razão da música ser banida de vez na família.

Coco-2

O que eu adoro na Disney é que apela sem medo à diversidade. Tradições e cultos de outras culturas são apresentadas várias vezes nos seus filmes de versão animada. Em “Coco” é explicado o “Dia dos Muertos” o feriado mais celebrado no México.

Esta obra cinematográfica completa com muita cor e simbolismo abrange a importância da família e o respeito pelas nossas raízes passadas. Com mistério e música compreendemos o valor do significado das coisas que realmente importam. Na minha opinião este é um filme bastante meigo, divertido e muito musical e claro guardem as lágrimas que vão precisar, pois são muitos os momentos de partir o coração. Mais um filme que vale mesmo a pena ver. Tão, mas tão bom. O blogue atribui 4 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2golden_star2

Piratas das Caraíbas: Homens Mortos Não Contam Histórias

Título: Pirates of the Caribbean: Dead Men Tell No Tales
Ano: 2017
Realização: Joachim Rønning, Espen Sandberg
Interpretes: Johnny Depp, Geoffrey Rush, Javier Bardem …
Sinopse: O Capitão Jack Sparrow procura o Tridente de Poseídon, enquanto está a ser perseguido por um navio com um pirata e tripulantes mortos.

Piratas das Caraibas-3

Johnny Depp é a estrela da Disney com a sua interpretação inigualável do Capitão Jack Sparrow. Neste quinto filme da saga Piratas das Caraíbas, passaram-se anos desde a última aventura. Um novo vilão surge nas águas misteriosas. O capitão Salazar do navio dos mortos tem uma dívida de vingança com Sparrow. O único que o manteve prisioneiro numa terrível maldição. Contudo a busca do protagonista, juntamente com Henry Turner, filho de Will, Carina Smyth, uma jovem acusada de bruxaria e o Capitão Barbossa, que procuram o Tridente de Poseídon, a arma poderosa dos mares, capaz de terminar com qualquer maldição. A narrativa até está interessante e ainda consegue surpreender. O passado de alguns é explorado e ainda revemos antigas personagens.

Piratas das Caraibas-2

O elenco é forte e fiel à sua personagem. Gostei de Javier Bardem como vilão, o temível Salazar. Toda a sua maldade é transmitida para esta personagem que só pela caracterização, aterroriza. A narrativa apresenta algumas falhas de situações previsíveis que podiam ser evitadas, contudo consegue colmatar essa distracção com momentos de humor, maioritariamente protagonizadas por Depp. Relativamente aos efeitos especiais estão bem vincados neste filme. Cores vibrantes que iluminam o ecrã. Nesse aspecto a Disney não desilude. Este filme deixa no ar a dúvida será que vai ter continuação. O blogue atribui 3,5 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2golden_star2

 

Monstros E Companhia

Título: Monsters, Inc.
Ano: 2001
Realização: Pete Docter, David Silverman
Interpretes: Billy Crystal, John Goodman, Mary Gibbs…
Sinopse: De forma a conseguirem energia na cidade, os monstros tem a função de assustar crianças. No entanto as crianças são tóxicas para os monstros e quando uma criança passa a barreira de mundos, dois monstros percebem que as coisas são diferentes de como imaginaram.

A Pixar já nos habitou a grandes histórias. Monstros & Companhia foi dos seus primeiros sucessos. A narrativa foca-se nos monstros Sulley e Mike que trabalham numa empresa para assustar crianças e fazê-las gritar, para assim conseguirem a energia necessária na cidade. Contudo os monstros não podem ter qualquer contacto com a criança, pois segundo eles, são tóxicas. A prespectiva de ambos muda, quando Boo, uma menina de 2 anos entra na dimensão dos monstros. A amizade é dos temas mais importantes desta obra cinematográfica, que mesmo apesar das diferenças, prevalece. O filme é bastante divertido e colorido o que se torna apelativo para o espectador de assistir.

Monsters Inc-1

São muitos os momentos engraçados protagonizados por Boo e Sulley. A animação pode já ter uns anos, mas a qualidade que a Pixar fornece às suas obras é impecável. Quase como se fosse um filme de animação atual, no entanto já tem 16 anos em cima. Monstros & Companhia conseguiu uma prequela onde explicava a amizade de Sulley e Mike na Universidade. Esta obra cinematográfica é divertida e ideal para crianças e adultos. O blogue atribui 3,5 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2golden_star2