Vídeo Musical – Mamma Mia 2: Here we go again


O filme Mamma Mia 2: Here we go again (2018), não podia ter terminado da melhor maneira. Todo o elenco junta-se para uma música final. “Super Trouper” com as vozes de Cher, Mery Streep, Christine Baranski, Julie Walters, Dominic Cooper, Pierce Brosnan, Colin Firth, Stellan Skarsgård, Andy Garcia, Josh Dylan, Jeremy Irvine, Hugh Skinner, Amanda Seyfried, Lily James, Jessica Keenan Wyn e Alexa Davies. Este é o resultado final.

Anúncios

Kingsman: O Círculo Dourado

Kingsman: O Círculo Dourado

Título: Kingsman: The Golden Circle
Ano: 2017
Realização: Matthew Vaughn
Interpretes: Taron Egerton, Colin Firth, Mark Strong…
Sinopse: Quando o seu quartel é destruído, a viagem dos Kingsman levam-nos até aos Estados Unidos, onde descobrem uma nova organização. Estas duas agências secretas de elite tem de se juntar para eliminar um inimigo em comum.

Kingsman Golden Circle-2

Os espiões mais cavalheiros de Londres voltaram para um segundo filme. A continuação de “Kingsman” segue com uma reviravolta surpreendente, da qual não concordo nada. Mas sem dúvida que esta saga não tem medo de avançar e talvez por isso consiga distanciar-se dos outros filmes de espionagem. O final da agência britânica trouxe graves percussões, quando um novo vilão surge. Os “Kingsman” terão de pedir ajuda aos “Statesman” nos Estados Unidos da América para juntos derrotarem um mal maior. A narrativa consegue ainda surpreender, a vilã Poppy (Julianne Moore) não consegue ser tão excepcional como a personagem de Samuel L. Jackson, mas apresenta um carisma especial só dela. Louca e descabida é possível amá-la e odiá-la ao mesmo tempo. Outras novas personagens surgem é o caso de Tequilla (Channing Tatum), Ginger (Halle Berry), Whiskey (Pedro Pascal) e Champ (Jeff Bridges). Os atores conseguiram criar um desenvolvimento entusiasmante às suas personagens.

Kingsman Golden Circle-3

Para quem viu o filme anterior, sabe que Harry, personagem de Colin Firth foi assassinada, durante o terrível assalto à igreja no filme anterior. Contudo nesta continuação ele volta para ser o tutor de Egsy. Isso tudo será explicado durante o filme. Ação com requinte, drama e comédia é tudo esperado para “Kingsman: O Círculo Dourado“. Admito que gostei mais do primeiro filme, mas este consegue seguir um fluxo narrativo consistente e surpreendente. Não desilude. Pode ser esperado mais missões secretas, perseguições de tiros e engenhocas loucas. O blogue atribui 3,5 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2golden_star2

 

Crítica: O Bebé de Bridget Jones

o-bebe-de-bridget-jones-1

Título: Bridget Jones’s Baby

Ano: 2016

Realização:  Sharon Maguire

Interpretes:  Renée Zellweger, Gemma Jones, Jim Broadbent, Colin Firth, Patrick Dempsey…

Sinopse: Bridget Jones foca-se na sua vida de solteira e na sua carreira. No entanto é interrompida quando descobre que está grávida. Mas quem é o pai? Ela apenas tem 50% certeza sobre a identidade do progenitor.

o-bebe-de-bridget-jones-2

Após 10 anos, muita coisa mudou na vida de Bridget Jones. Minto, não mudou nada. Bridget continua a mesma. Solteira, a viver sozinha, e ainda com dietas desnecessárias. Agora quarentona a mulher mais desenvergonhada de toda a Inglaterra volta para mais um filme. Resolução de aniversário: arranjar um namorado. A tarefa não é difícil já que consegue estar novamente no centro das atenções de dois homens. Divertida e carismática, Bridget tenta refazer a sua vida (novamente) mas o inesperado acontece. Engravida. E agora quem é o pai? Entre dúvidas e mais dúvidas, a britânica apenas tem a certeza de 50-50. O pior será contar os respectivos pais, que afinal existe outra possibilidade. Renée Zellweger volta  a liderar o filme num papel que marcou a sua carreira. Bridget ainda lhe continua na pele. O restante elenco mantém-se, excepto Hugh Grant que foi substituído por Patrick Dempsy (o McDreamy de Anatomia de Grey) que nos é apresentado como um homem de sonho. Mas eu confesso que sempre fui e sempre serei Team Mr. Darcy.

o-bebe-de-bridget-jones-3

O filme mantém-se na mesma qualidade dos anteriores sem grandes desvios. Apenas segue curso de uma forma mais madura, não existem aqueles romantismos desnecessários. Mas gostei da cena dos primeiros encontros de Bridget com Jack. A comédia também está presente, principalmente na hora do parto. O momento em que Bridget é carregada por Mark e Jack até ao hospital é dos mais hilariantes de todo o filme. O final é surpreendente e ficamos sempre na expectativa para descobrir quem é o pai. Além disso o filme terminou de uma forma contínua, e quem sabe uma sequela pode chegar. O blogue atribui 3,5 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2golden_star2

Crítica: Antes de Adormecer

before-i-go-to-sleep-1

Título: Before I go to Sleep

Ano: 2014

Realização: Rowan Joffe

Interpretes:  Nicole Kidman, Colin Firth, Mark Strong…

Sinopse: Uma mulher acorda todos os dias sem lembrar nada do dia anterior, devido a um acidente traumático do seu passado. Um dia, quando descobre algumas verdades, vai desconfiar de todos em seu redor.

before-i-go-to-sleep-2

Dormir com o inimigo?

Gosto de filmes que me prendem desde o primeiro minuto. Gosto de thrillers e de sentir que não sei de nada para depois perceber tudo. E gosto de filmes do Colin Firth. Tudo combinado e surge “Antes de Adormecer“. Ou assim pensava eu. Neste filme de suspense, o telespectador faz parte do filme e sentimos como se fossemos a personagem de Nicole Kidman. Uma mulher que depois de um acontecimento traumático, não se lembra de nada do seu dia anterior. Vive os seus dias a confiar nas pessoas em seu redor. Até a dia que descobre algumas verdades. Aí começa a duvidar de tudo. A premissa até é bastante interessante. Segredos ocultos e mentiras vão sendo descobertos ao longo do filme. Apesar de intrigante toda a envolvente, o resultado final, não compensa e torna-se demasiadamente convencional. O espectador estava à espera de mais mistério, ou de um twist totalmente diferente. Contudo peça a peça o puzzle começa a ser montado de uma forma racional e real.

before-i-go-to-sleep-3

Relativamente ao elenco, apresentaram falhas na construção das suas personagens. A falta de carisma e a falta de interiorização, não permitiram também o completo sucesso do filme. O potencial da história é perdido pela falta de contextualização de Christine (Nicole Kidman) e os meios até ao final do filme. Apesar de captar a atenção no início, tal dispersa-se no enredo. A premissa é a culpada do insucesso do filme. O aumento das expectativas do espectador tornam o seu trama previsível e com alguns erros. “Before I go to Sleep” não passa de uma tentativa para o género trillher, mas apenas consegue chegar ao patamar mediano. O blogue atribui 3 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2

Crítica: Kingsman – Serviços Secretos

kingsman2

Título: Kingsman –  The Secret Service

Ano: 2014

Realização: Matthew Vaughn

Interpretes: Michael Caine, Samuel L. Jackson, Colin Firth

Sinopse: Baseado no aclamado comic book «The secret Service», o filme conta a história dos Kingsman – uma organização super secreta de espiões – que recruta um vulgar, mas promissor, rapaz para um programa de treino ultra competitivo da sua agência, assim como uma ameaça global que surge de um desvirtuado génio das tecnologias. (Fonte: SapoMag)

kingsman3

Se há filme que me surpreendeu durante o ano de 2015, foi certamente este. Pode parecer uma academia de jovens James Bond a florescer, mas não é nada disso. Kingsman foge absolutamente à regra. É audaz, divertido, energético e inteligente. Não se deixe enganar pelo protagonista ser um novato, esta película é diferente daquilo que estamos habituados. “Não é aquele tipo de filme”, segundo é  comentado muitas vezes no próprio. Num clima de agentes secretos, traições e segredos de estado numa Inglaterra conservadora, aprendemos a enfrentar os nossos medos e a combater a adrenalina. Com provas físicas e psicológicas, é difícil ser um agente Kingsman, e nem todos tem “estofo” necessário.

kingsman1O cast está bem escolhido, temos Colin Firth, Michael Caine e Samuel L. Jackson como os mais experientes. Mas o cast mais novo liderado por Taron Egerton também se mostra à altura. Com cenas de luta bem coreografadas e um vilão cheio de personalidade heartless o espectador deixa-se envolver completamente pela história. Totalmente imprevisível podemos assistir a um filme onde há muito não via. Gostei bastante, e o segundo já está a caminho, espero que seja tão bom como este. O blogue atribui 4 estrelas em 5.

golden_star2 golden_star2golden_star2golden_star2