Saltar para o conteúdo

Etiquetabruce willis

Crítica: Moonrise Kingdom

Wes Anderson é um mestre criativo quando lhe dão uma câmara para as mãos. Usa com dedicação a imaginação e conta belas histórias. Sempre com a mesma estrutura. Uma história de amor, personagens peculiares, mas engraçadas e cores vibrantes

Atores que apareceram em FRIENDS e não te lembras

Muitos já viram e reviram a série F.R.I.E.N.D.S. de trás para a frente (eu sei, eu sou uma dessas pessoas). Não há como nos cansarmos das peripécias do grupo de amigos composto por Monica, Ross, Rachel, Joey, Phoebe e Chandler. Mas após assistirem aos episódios todos repararam que estes atores apareceram na série? Aqui está a lista. Clica na imagem.

Crítica: Die Hard 4.0 Viver ou Morrer

Die Hard 4.0 leva a acção para o nível seguinte quando o detective John McClane (Bruce Willis) confronta um novo tipo de terrorismo. Passado no mundo digital de hoje, a infra-estrutura computorizada que controla todas as comunicações, os transportes e energia é levada a uma paragem devastadora. O cérebro por detrás do esquema teve em conta todos os pormenores. O que ele não contou foi com McClane, um polícia da velha guarda que sabe uma coisa ou duas sobre como impedir planos terroristas.

Crítica: Die Hard Assalto ao Arranha-Céus

No topo da cidade de Los Angeles, um grupo de terroristas invadiu um edifício, fez reféns e declarou guerra. Mas um homem conseguir escapar ao seu controlo, um polícia que não estava de serviço. Ele está agora sozinho, cansado, e é a única esperança possível. Bruce Willis é a estrela, no papel do detective John McClaine da cidade de Nova Iorque, acabado de chegar a Los Angeles para passar o Natal com a sua mulher (Bonnie Bedelia), de quem está separado. Mas enquanto McClaine espera que a festa do escritório da sua mulher termine, os terroristas tomam controlo do edifício. Enquanto o seu líder, Hans Gruber (Alan Rickman), e o seu feroz homem de confiança (Alexander Godunov) reúnem os reféns, McClaine consegue fugir sem que ninguém repare. Tendo como armas apenas o seu revólver de serviço e a sua astúcia, McClaine lança-se numa guerra solitária.