Central Comics Fest 2016

Este artigo já chega com muito atraso, mas mais vale tarde do que nunca. No dia 23 de julho dirigi-me a Vila Nova de Gaia para o Central Comics Fest 2016. Já costumo marcar presença nos outros anos, apesar de estar sempre a mudar de local. Quando vou a eventos   do género gosto de planear com antecedência se vou ou não de cosplay. Este ano, optei por ir. Durante o ano passado assisti ao filme “Batman: Assault on Arkham“, gostei tanto da versão da Harley Quinn que involuntariamente escolhi o meu cosplay.

Comentando o evento. Este ano considerei-o mais pequeno relativamente ao ano passado, e apesar dos anos, mantém-se no mesmo patamar. Não há melhorias a níveis organizacionais, de espaço e actividades.

A chegada ao local foi fácil, mas para mim ir a Vila Nova de Gaia é mais longe do que se o local mantivesse no Porto. O espaço escolhido foi uma escola, que na minha opinião, não apresentava condições para gerir tal evento. Além disso o fim-de-semana de muito calor que esteve não ajudou à situação. O ar não circulava e era quase difícil respirar no auditório (principal local do foco do evento). Quando cheguei ainda não estava com o cosplay 100% preparado. Daí tive que me dirigir às casas de banho, quando por meu espanto não existirem espelhos. Que casa-de-banho não tem espelhos? Bem tive que improvisar com uma câmara de filmar. Ainda bem que maquilhada já estava, era só mesmo a peruca que faltava. Depois comecei a investigar o espaço. Visitei o comercio de mershandising, as barraquinhas dos artistas, a zona da comida e dos jogos. Era pequeno, por isso não demorei muito. Juntamente com um grupo de amigos, fomos assistir ao painel do ator Rogério Jacques, que já tinha começado. O ator é conhecido pelas dobragens de “Sailor Moon – Navegantes da Lua“, “Cavaleiros do Zodíaco” e “Motoratos de Marte“. O painel foi interessante e deu para conhecer um pouco mais dos bastidores das séries de animação transmitidas em Portugal nos anos 90. De seguida o evento continuou com o Eurocosplay, que este ano foram só meninas. Go girls! Depois de cinco performances, foi anunciado quem representaria Portugal no concurso. Pode ser que um ano ainda me aventure a participar. Apesar do evento se manter por dois dias, não tinha atividades que nos mantivessem ocupados. Além disso este ano não se viu muito cosplay. Contudo aqui está uma fotos da minha Harley Quinn versão Assault on Arkham.

CosplayHarleyQuinn-Assault-on-Arkham
Foto à entrada do evento com o poster do filme “Esquadrão Suicida
CosplayHarleyQuinn-Assault-on-Arkham2
O martelo foi feito essencialmente com material eva, pintei-o e voilá.

CosplayHarleyQuinn-Assault-on-Arkham3

Para o ano há mais, e agora preciso de fazer um photoshoot com este cosplay da Harley Quinn. 
Anúncios

Crítica: Batman: Assault on Arkham

Batman-assault-on-arkham-2014
Título: Batman: Assault on Arkham
Ano: 2014
Realização: Jay Oliva, Ethan Spaulding
Interpretes: Kevin Conroy, Neal McDonough, Hynden Walch
Sinopse: Enquanto Batman procura desesperadamente por uma bomba implantada por Joker na cidade de Gotham, Amanda Waller, contrata a sua recém-formada equipa suícida para entrarem em Arkham e conseguirem uma informação vital escondida por The Riddler.

Batman-assault-on-arkham-0002

Apesar de o filme apresentar o nome do herói Batman o seu enredo aborda o lado inverso. Desta vez são os vilões que tem o papel principal. Podem considerar Assault on Arkham um preview para o filme live-action Suicide Squad que vai estrear em 2016. Batman apresenta-se num papel mais secundário, mas necessário para melhor compreendermos melhor o outro lado.Na realidade este filme é também uma prequela do jogo com o mesmo nome que também foi por ele baseado esta história. Vilões como Deadshot, Harley Quinn, Joker, King Shark, Captain Boomerang, Black Spider e Killer Frost juntam-se na perigosa prisão de Gotham, Arkham. Todos excepto Joker (que já lá estava preso) foram enviados pela destemida Amanda Waller com o propósito de descobrir informações para os seus planos. Numa aventura totalmente suicida o grupo terá de conviver e trabalhar em equipa, se quiserem sobreviver. Informo já que o filme não é para crianças.

Batman-Assault-on-Arkham-2014-001

Mesmo sendo de animação este filme completa-se. É sexy, engraçado, misterioso, fez estremecer, tem ação e ainda situações inesperadas. A DC Comics conseguiu estruturar bem Batman: Assault on Arkham. As  personagens são interessantes e funcionam bem em grupo, além disso a história foi empolgante. O atores estiveram ao nível das personagens com uma dobragem de louvar, acredito que interpretar Joker e Harley não é fácil. A única desvantagem de ser considerado um ótimo filme é que se torna demasiado curto, e tal devia ter sido mais explorado. Aconselho a assistirem a esta animação pois não se torna um desperdício de tempo e assim ficam a conhecer melhor o lado dos mauzinhos. O blogue atribui 4 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2golden_star2