Um Ritmo Perfeito 3

Um Ritmo Perfeito 3

Título: Pitch Perfect 3
Ano: 2017
Realização: Trish Sie
Interpretes: Anna Kendrick, Rebel Wilson, Brittany Snow…
Sinopse: Empenhadas em ganhar o campeonato mundial, as Bellas agora separadas voltam a juntarem-se para mais uma competição. Desta vez terão de competir com outros grupos que utilizam instrumentos musicais.

O terceiro e último filme das Bellas não conseguiu terminar da melhor forma. Esperava-se um filme tão divertido e inspirador como o primeiro. Com um novo desafio em mãos, o grupo musical acapella da faculdade de Barden terão de lutar pelo primeiro lugar de um concurso de talentos para serem a abertura do concerto de um magnata da música. Contudo esta competição será diferente do que estão habituadas, as vozes das Bellas terão de concorrer com instrumentos musicais. Cansadas das suas profissões e do quotidiano, seguem o sonho que as faziam felizes, cantarem juntas. Uma última competição para um final em grande das Bellas.

Voltam a reunir-se as personagens originais como Beca (Anna Kendrick), Fat Amy (Rebel Wilson), Aubrey (Anna Camp) e Chloe (Brittany Snow), junta-se também Emily (Hailee Steinfeld) que apareceu no grupo no segundo filme, com músicas novas e muita dança.

Pitch Perfect 3 - Official Trailer [HD] (screen grab) CR: Universal Pictures

O que mais me decepcionou neste filme foi a falta de originalidade nas escolhas musicais, factor que sempre destacou-se nos filmes anteriores. A narrativa previsível e os namoros forçados foram alguns factores que contribuíram para o insucesso do filme. Contudo gostei de conhecer o passado da Fat Amy (das minhas personagens favoritas) e do seu conflito com o pai. A competição das Bellas com os outros concorrentes foi vulgar e o espectador só conheceu as performances das protagonistas. O filme ficava mais completo se conseguimos conhecer o outro lado. Apesar de conseguirem um maior destaque para a personagem de Anna Kendrick neste filme, a sua representação foi muito desleixada e aborrecida.

Concluindo Pitch Perfect não terminou da melhor forma e tornou-se numa desilusão total. É melhor ficarmos apenas com o primeiro filme. Neste terceiro filme acrescentou-se mais ação à narrativa, mas realmente não era isso que faltava, mas sim as performances musicais que ficaram totalmente esquecidas. O blogue atribui 2,5 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2

Anúncios

Os melhores e os piores vestidos dos Golden Globes 2017

As referências favoritas de “Breakfast Club”

breakfast_club

O filme dos anos 80 “The Breakfast Club” é considerado um clássico. Cinco jovens que aparentemente nada tem haver uns com dos outros, encontram-se num sábado de manhã na escola para cumprir castigo. O trama do filme é tão poderoso que vários outros filmes e séries de televisão aproveitaram o seu contexto e clonaram algumas referências. Será que te lembras?

 Dawson’s Creek

Foi no episódio 7 da primeira temporada que os responsáveis da série decidiram dedicar um episódio ao clássico filme. Com o nome “Detention” o grupo esteve de castigo durante um dia e assim foram aprendendo um pouco mais sobre cada um.

One Tree Hill

O filme de  John Hughes teve muitas influências na juventude, pois este expunha de forma clara as suas dúvidas e medos. Na série televisiva One Tree Hill a banda sonora foi um recurso utilizado. A famosa música “Don’t forget about me” dos Simple Minds foi dançada pela Brooke.

Pitch Perfect

No filme musical protagonizado por Anna Kendrick, a música “Don’t forget about me” foi interpretada. Mas antes houve uma cena, em que o casal estava a ver o filme, e aí surgiu a inspiração.

Community

No episódio piloto da série, Abed o estranho-social e obcecado em cultura pop, relembra o filme todo. Como se não bastasse, ele o o líder do grupo,  Jeff Winger retratam a dança final noutra cena quando estão embriagados.

Lizzie Mcguire

No episódio “She Said. He Said. She Said” da série juvenil Lizzie Mcguire, a protagonista e dois colegas terão de descobrir a verdade da guerra de comida que aconteceu na escola. Tudo isto, enquanto cumprem castigo. Apesar de não chegarem a um consenso, terão de deixar de lado as diferenças e unirem-se.

Cougar Town

Na quarta temporada com o episódio “The Criminal Kind“, as personagens principais acabam na cadeia. No final deixam uma nota, com a referência ao filme Breakfast Club. O cast até fez parodia da famosa dança.

Easy A

No filme adolescente protagonizado por Emma Stone, são feitas referências a filmes dos anos 80. Entre eles estás “Breakfast Club“. A música “Dont’t forget about me” é apresentada quando Olive está com o seu interesse amoroso ao pôr-do-sol. E ainda John Hughes não realizou a minha vida.

Repararam nestas referências? Qual foi a vossa favorita?
//giphy.com/embed/P7Z6eEzZdeA8

via GIPHY

Vídeo Musical – Trolls


O filme “Trolls” ainda não estreou, só em outubro de 2016 mas já anda a causar furor. A propaganda ao filme tem sido recebida da melhor maneira, em Cannes coloriu a passadeira vermelha e até já tem música para a banda sonora. Juntin Timberlake que também marca presença no filme, interpreta “Can’t Stop The Felling” ao lado dos seus colegas de trabalho, Anna Kendrick, James Corden, Kunal Nayyar e Gwen Stefani. A música promete agitar o verão.

Crítica: Um Ritmo Perfeito 2

pitch-perfect-2-poster

Título: Um Ritmo Perfeito 2 (Pitch Perfect 2)

Ano: 2015

Realização: Elizabeth Banks

Interpretes: Anna Kendrick, Rebel Wilson, Hailee Steinfeld, Elizabeth Banks

Sinopse: As Barden Bellas estão de volta, determinadas a entrar numa competição mundial que um grupo americano nunca ganhou e a recuperar o seu estatuto, depois de Fat Amy ter acidentalmente mostrado mais do que devia ao presidente dos EUA. A comédia é produzida por Paul Brooks, Max Handelman e Elizabeth Banks, que é também protagonista e a realizadora da sequela. (Fonte: Sapomag)

Continue reading “Crítica: Um Ritmo Perfeito 2”

Crítica: Ritmo Perfeito

Pitch Perfect ou Ritmo Perfeito em português (2012) é um filme juvenil realizado por Jason Moore e com as participações de Anna Kendrick, Brittany Snow, Rebel Wilson, Alexis Knapp nos principais papeis. Os musicais de adolescentes estão na moda, desde e série Glee que conseguiu milhares de fãs por todo o mundo, passando por High School Musical e agora com o filme Pitch Perfect. A história centra-se em Becca (Anna Kendrick, conhecida pela sua participação em Twiligth e What Execpt when you are Expecting) uma rapariga cheia de talento que chega à Universidade. Obrigada a lá estar pelo seu pai, Becca não tem uma capacidade muito sociável, apenas ambiciona ser uma DJ de sucesso.

Inesperadamente Bacca entra para um Grupo de Coro constituído só com raparigas, que apesar de serem todas diferentes compartilham o mesmo gosto pela música. Apesar de ser um grupo muito conservador, a banda vai ter de mudar se quiser conseguir vencer a Competição Acapella onde vários coros de cantares à “capela” terão de mostrar os seus dotes musicais, onde o único são produzido é feito com a boca. Cabe agora à irreverente Becca levar o grupo para a frente,mas será que vai conseguir mudar as antigas regras?

Pitch Perfect é um filme simples mas tem uma trama de comédia que até não é má. Além disso consegue ter momentos musicais cativantes ao telespectador que não o deixa indiferente. As cenas principais cenas hilariantes são apresentadas por Fat Amy (Rebel Wilson) que através da sua genuinidade se simplicidade faz rir qualquer um. Apesar de todo o elenco ser jovem e ainda não muito reconhecido, não faz que o filme perca qualidade, mas pelo contrário, todos os atores estavam bem na sua personagem. Concluindo este é um filme simples mas eficaz, capaz de surpreender o telespectador. O Blog atribui 3 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2