Planeta dos Macacos: A Guerra

Planeta dos Macacos: A Guerra

 

Título: War for the Planet of the Apes
Ano: 2017
Realização: Matt Reeves
Interpretes: Andy Serkis, Woody Harrelson, Steve Zahn…
Sinopse: Depois dos macacos perderem em número, Ceaser luta contra os seus instintos mais negros e começa uma nova jornada para conseguir salvar a sua espécie.

Os filmes de “Planeta dos Macacos” tornaram-se num franchise muito bom. Ao contrário das expectativas. conseguiram manter-se com um nível de narrativa muito acima da média, inovaram e conquistaram o nosso coração. Mudaram os nossos sentimentos e agora estamos do lado dos macacos. Para a crítica dos filmes anteriores, podem ler aqui e aqui. Neste novo e último filme continuamos a história de Ceaser. O símio superior que liderou um exercito de macacos para proteger a sua raça. Agora a guerra entre os humanos está quase a acontecer, mas a família é o mais importante.

No papel principal temos Andy Serkis que já nos habitou a interpretações fantásticas com recurso a CGI. O elenco é um dos factores positivos desta obra cinematográfica. O que também se destaca é os efeitos visuais utilizados para a concepção dos símios.  A qualidade da imagem aproxima-se muito à realidade.

War Planet of Apes-2

A narrativa é refrescante e não é cansativa. Conhecemos novas personagens que influenciam a história de forma carismática. O filme pode ser longo mas é uma conclusão agradável sobre “O Planeta dos Macacos”. Podemos mesmo esperar um pouco de tudo, drama, ação e até comédia.

Este é um dos raros exemplos de franchise em que os filmes vão melhorando. Assim não podemos esperar que todas as sequelas são más. Nesta obra de entretenimento percebemos o lado dos primatas, um lado mais humano e real. Porque mesmo sendo animais, tem o direito de viver no planeta Terra. O blogue atribui 3,5 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2golden_star2

Anúncios

Crítica: Planeta dos Macacos – A Revolta

dawn-of-the-planet-of-the-apes01
Título: Dawn of the Planet of the Apes
Ano: 2014
Realização: Matt Reeves
Interpretes: Andy Serkis, Jason Clarke
Sinopse: Este segundo capítulo decorre uma década após os eventos de Planeta dos Macacos – A Origem, quando a maior parte da população humana foi aniquilada e uma nação crescente de macacos geneticamente evoluídos, liderados por Caesar, é ameaçada por um grupo de humanos sobreviventes. Este conflito entre macacos e humanos irá definir qual será a espécie dominante da Terra – ou decidir se ambas poderão coexistir. (Fonte: Sapomag).

dawn-planet-apes
A cada filme que passa parece que melhora. O guião foi bem escrito e as personagem bem criadas de tal forma que o espectador não perde o interesse no filme. Neste filme começamos a compreender melhor o primeiro do Planeta dos Macacos, aqui já se passaram 10 anos após James Franco acolher Ceaser. A população está reduzida devido à gripe símia que os afectou, e os macacos com inteligência desenvolvida vivem isolados na floresta longe da humanidade. Contudo os dois mundos cruzam-se e aí começam as complicações, os macacos não confiam nos homens e assim vice-versa. A personagem principal continua a ser Ceaser que agora tornou-se líder do grupo símio.

dawn planet of apes

Este filme só tem aspectos positivos, a começar pelos efeitos visuais. Estes foram desenhados à sua dimensão, com qualidade e realidade. Além disso as paisagens naturais foram pensadas a pormenor onde acompanhamos a pequena comunidade dos macacos, que são quase como humanos, as suas preocupações, alegrias e ideais são bem traçados. Aconselho a visualização deste filme, pois não desaponta, até o enredo é recheado de surpresas. Aviso que para assistirem a Planeta dos Macacos – A Revolta não é necessária a visualização do anterior que apesar de existirem pequenas referências não é por aí que a história não se perceba. Concluído o blogue atribui 3,5 estrelas em 5.

golden_star2 golden_star2golden_star2golden_star2