Saltar para o conteúdo

CategoriaCrítica

A minha opinião sobre os filmes que vejo.

Crítica: Easy A

asy A conta-nos a história de Olive Penderghast (Emma Stone) uma adolescente que não tem uma vida social muito atractiva. No entanto tudo isso mudo quando vê-se obrigada a mentir sobre a sua vida sexual. Depois da mentira sobre a perda da sua virgindade se espalhar por toda a escola, Olive vê a sua vida paralela à de Hester Prynne, em “A Letra Escarlate” (Adultery), um livro que está a estudar atualmente na escola. Porém a jovem decide tirar proveito da sua má fama, recebendo bens por cada mentira, avançando assim na sua vida social e financeira. Porém quando a sua imagem começa a degradar-se, e a perder amigos, Olive toma atitude de acabar de vez com os boatos a seu respeito. Mas como acabar com algo deste género?

Crítica: Crazy, Stupid Love

Estava tudo bem na vida de Cal Weaver (Steve Carrel), tem dois filhos que adora, uma casa paga, um emprego rentável e é casado com uma mulher que ama. Mas tudo muda, quando a sua esposa Emily (Julianne Moore) confessa que já o traiu com um colega de trabalho (Kevin Bacon) e por isso quer o divórcio.

Crítica: Blue Valentine

Cindy (Michelle Williams) e Dean (Ryan Gosling) que passam uma noite romântica longe da filha para reatar a paixão do casal. Este é um retrato honesto de uma história de amor entre o passado e o presente. Sendo que no filme existem “flashes” de ambos como se conheceram, namoraram e casaram.

Crítica: Amanhecer – Parte 1

O quarto filme da Saga Twilight chegou ás salas dos cinemas. Breaking Dawn (Amanhecer) – Parte 1 juntou os fãs de todo o mundo para assistirem ao tão aclamado e esperado filme. Juntando os jovens atores nos papéis principais Robert Pattinson e Kristen Stewart como o Edward um elegante vampiro e Bella uma humana teimosa. O casal vive momentos de sonho, aguardam pelo dia mais esperado das suas vidas, o seu casamento.