Saltar para o conteúdo

Genius: Picasso

O Génio detrás da Obra

Todos conhecem o nome Picasso de uma ou outra maneira. Famoso pintor espanhol que revolucionou a arte moderna e o que na altura os seus quadros valiam milhões, hoje valem biliões. Artista de muitas paixões, sempre viveu em prol do seu dom e conseguiu que isso ficasse em primeiro lugar na sua vida.

Noutra produção da National Geographic conhecemos a vida e a obra de Pablo Picasso, interpretado por Antonio Banderas. Nesta série biográfica conhecemos a vida pessoal do génio e revolucionário para a sua época. Mais uma série muito bem produzida.

A National Geographic tem produzido séries biográficas, de grandes figuras da História. Depois de uma temporada bem conseguida com Albert Einstein (podem ler aqui), a segunda chegou e conhecemos desta vez a vida e a obra do pintor Pablo Picasso. Ambas as narrativas foram fenomenais e bastante completas. O protagonista desta série, foi interpretado pelo também espanhol, Antonio Banderas. Desde os momentos de infância, ao estudos e ao primeiro amor. As suas dificuldades com artista e sonho em ser diferente e conhecido. Passando pelas atribulações amorosas e musas da sua vida, à Guerra, à venda da sua obra-prima e à família. Este foi o percurso de Pablo para conseguir transformar-se no homem que foi. Viveu sempre em prol do seu trabalho, segundo ele não precisava de distracções, mas de inspiração. Seu próprio mestre, fazia as suas obras nos seus próprios termos e trabalhou sempre até à sua morte.

Segundo foi retratado na série, baseado em factos reais, a sua personalidade era jovial, divertida e charmosa (principalmente ao lado das mulheres). Conseguia sempre o que queria e dificilmente alguém lhe fazia frente. Apesar de egocêntrico, sabia que era especial, por isso era um génio.

Viajamos no tempo e com cenários bem calculados, acompanhamos o caminho do artista. Pelas ruas de Espanha e França conhecemos a Europa no início do sec. XX. Desde a infância que assistia às touradas com o pai, e foi este que lhe ensinou a desenhar os primeiros rascunhos, com pombas. Até à criação da sua própria perspectiva e visão, a invenção do cubismo.

A produção da série é excelente. O que tenho a apontar foi a preguiça na escolha do elenco, pois algumas das personagens presentes, também fizeram parte da série Genius sobre Einstein. Deviam ter pensado nisso melhor, pois mistura duas histórias diferentes. Sobre a prestação dos atores, esteve fantástica e Banderas assegurou bem a sua posição como protagonista. O jovem Picasso interpretado por Alex Rich, também conseguiu mostrar a sua presença.

Nesta série pessoal e intimista com um retrato da vida de Pablo Picasso, foi interessante para conhecermos um pouco mais do artista. Espero que a National Geographic continue com estas produções. A terceira temporada será sobre a Aretha Franklyn.

beautifuldreams Ver todos

Licenciada em Ciências da Comunicação, adoro escrever e ler. Sou lontra de sofá, amante de filmes e séries televisivas, vejo tudo o que posso. Aprendiz de geek, vivo num mundo de fantasia. Adoro a vida e ainda há tanto para descobrir.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: