Saltar para o conteúdo

Crítica: Um Amigo Extraordinário

Título: A Beautiful Day in the Neighborhood 

Ano: 2020

Realização:  Tom Hanks, Matthew Rhys, Chris Cooper

Interpretes: Marielle Heller

Sinopse: Baseado numa história verídica de uma forte amizade entre Fred Rogers e o jornalista Tom Junod.

“It’s a beautiful day in the neighborhood” é a cantarolar esta música que Tom Hanks dá início o programa que foi baseado este filme. O ator interpreta o apresentador norte-americano Fred Rogers. Mas este filme não é sobre a vida do acolhedor Mister Rogers acarinhado por todos como o simpático vizinho da América. Esta é uma história de uma forte amizade entre Fred Rogers e Tom Jundo (que no filme apresenta o nome ficcional de Lloyd Vogel).Vogel é interpretado por Matthew Rhys, um jornalista viciado em trabalho que muda a sua perspectiva de vida após uma entrevista que realizou a Rogers enquanto fazia o seu programa.

Durante este filme semi-biográfico acompanhamos a rendição da barreira social, onde os protagonistas expõem os seus problemas e dúvidas. Lloyd enfrenta uma das piores fases da sua vida, após o reencontro com o seu pai, que desapareceu após a morte da mãe. Numa jornada de perdão e desapego de ressentimentos, somos invasores na sua história pessoal. A entrevista com Rogers mudou a forma como Lloyd tomava as suas decisões e foi um “abre-olhos” para mudar a sua vida que o estava a consumir com ansiedade, stress e raiva.

This piece will be for an issue about heroes. Do you consider yourself a hero?

Lloyd Vogel

Não podiam encontrar ninguém melhor para interpretar Mr. Rogers do que Tom Hanks. Além das parecenças entre ambos, Hanks é também conhecido em Hollywood como um mr. nice guy, pois mantém um perfil amigável com todos aqueles que o rodeiam. Mantém boas energias e também aceita fazer participações nos locais mais inesperados. Quem se lembra da sua presença no videoclip “I Really Like You” da cantora Carly Rae Jepse, onde canta e até dança. Mesmo assim Tom Hanks é um ator de topo e já conseguiu dos Óscares na sua carreira com “Forrest Gump” (1994) e “Philadelphia” (1993). Mas também já esteve outras nomeado, esta é a sua sexta nomeação aos Óscares, mas desta vez é como Ator Secundário. Mas realmente esta é a melhor performance do filme e o que ainda assegura a sua qualidade. O ator Chris Cooper também emocionou com a sua personagem.

A narrativa deste filme é muito simples e apresenta um contexto pouco explorado, e não sentimos uma aproximação com as personagens. Houve momentos incoerentes e falhas de narração. Contudo aquece-nos o coração a torna-nos mais humanos e sensíveis aos problemas dos outros. Um desenvolvimento pessoal inexplorado que nos faz pensar no que temos de mais importante na vida e ao que nos devemos agarrar. Este é basicamente um filme de atores, mas que apresenta uma forte moral. O blogue atribui 3,5 estrelas em 5.

⭐⭐⭐

Sony Pictures Portugal

beautifuldreams Ver todos

Licenciada em Ciências da Comunicação, adoro escrever e ler. Sou lontra de sofá, amante de filmes e séries televisivas, vejo tudo o que posso. Aprendiz de geek, vivo num mundo de fantasia. Adoro a vida e ainda há tanto para descobrir.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: