Crítica Mundo Jurássico: Reino Caído

Título: Jurassic World: Fallen Kingdom

Ano: 2018

Realização: J.A. Bayona

Interpretes: Chris Pratt, Bryce Dallas Howard…

Sinopse: Quando o vulcão da ilha se torna activo, Owen e Claire decidem ajudar os dinossauros de serem extintos.

Existe sagas que espremem até à última gota aquilo que podem oferecer. Jurarssic World, que entre em ligação com Jurassic Park é uma dessas sagas. O primeiro filme surgiu em 1993, realizado por Steven Spielberg. Um filme com efeitos visuais bastante bons para a época e que se focava na existência real de dinossauros. Claro que todo o projecto de clonagem, mais tarde deu barraca e os dinossauros tornaram-se incontroláveis e selvagens. Criado a destruição onde passavam. Em 2015 surgiu um filho de Jurassic Park, que até já tinha produzido mais dois filmes de sequela. Jurassic World pretendia criar uma nova imagem à longa-metragem, mas com uma qualidade de imagem melhor e mais real. A crítica do filme podem ler aqui.

Este filme surge como continuação do seu antecessor. Depois da catástrofe e da ilha segura para visita de humanos ficar destruída, os dinossauros sobreviveram e ainda lá habitam. A equipa dos protagonistas Owen e Claire, decidem resgatar alguns animais para a preservação das espécies, já que existe uma luta legal sobre continuar com o projecto ou não. Tudo muda, quando descobrem a verdade sobre o projecto que investiram a confiança. Mas como vão remendar o mal que começaram?

Jurassic World: Fallen Kingdom não apresenta uma narrativa renovada, apesar das várias referências aos filmes anteriores, sentimos uma leve relação com a ocorrência, mas faltou muitos pontos nos i’s. O filme começa logo com ação sem explicar muito o background do que se está a passar. O espectador caí de para-quedas naquela guerra de interesses. Durante todo o filme acompanhamos um misto de sentimentos. Mas o final ficou em aberto para mais uma produção sobre o jurássico. Muitas das situações aconteceram no benefício do acaso e por preguiça deixaram muitas pontas soltas. Não interpretem mal, o filme vê-se mas não é nada assim de extraordinário. Esperava mais e podiam oferecer muito mais. O blogue atribui 2,5 estrelas em 5.

Anúncios
beautifuldreams

Licenciada em Ciências da Comunicação, adoro escrever e ler. Sou lontra de sofá, amante de filmes e séries televisivas, vejo tudo o que posso. Aprendiz de geek, vivo num mundo de fantasia. Adoro a vida e ainda há tanto para descobrir.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s