Crítica: Moonrise Kingdom

Título: Moonrise Kingdom
Ano: 2012
Realização: Wes Anderson
Interpretes: Jared Gilman, Kara Hayward, Bruce Willis…
Sinopse: Um par de jovens apaixonados fogem da sua terra natal em New England, o que causa um alvoroço local de procura pelos dois.

Wes Anderson é um mestre criativo quando lhe dão uma câmara para as mãos. Usa com dedicação a imaginação e conta belas histórias. Sempre com a mesma estrutura. Uma história de amor, personagens peculiares, mas engraçadas e cores vibrantes. Este filme começa com um som instrumental. Uma casa que parece uma casa de bonecas. Conhecemos a família Bishop. Cada personagem está onde deve estar, a seguir a sua rotina e tudo está no seu devido lugar. Existe um toque proteccionista que está presente durante todo o filme. A filha mais velha da família Bishop, Suzy, é a protagonista, o seu jeito curioso com os binóculos revela muito da sua personalidade. De seguida a cena muda e estamos num acampamento de escuteiros. O pequeno Sam, deixa o escuteiro chefe preocupado quando desaparece. Sam e Suzy reaparecem num local abandonado, pretendem fugir os dois para o lugar incerto, longe do olhar dos outros. Depois conhecemos a história deste jovem casal, enquanto o polícia local, Capitão Sharp procura uma forma de encontra-los.

O argumento, fotografia e banda sonora são mesmo o melhor deste filme. Conseguem envolver-nos com toda a sua essência e decifram eficazmente o jeito especial de Anderson neste filme. O elenco de atores é também fantástico e percebemos porque aceitaram este papel e a possibilidade de entrar no filme deste realizador. No entanto o destaque vai para os jovens Jared Gilman e Kara Hayward, o casal romântico que desaparece de meio mundo só para estarem juntos. Ambos deixaram uma excelente impressão.

Concluindo este é um filme que fica na memória de tão doce, simples mas diferente que é. Acaba, o que é mau, mas dá-nos vontade de ver tudo novamente. Em 2013 recebeu a indicação para melhor roteiro original, mas perdeu para o filme Django Libertado de Quentin Tarantino. O blogue atribui 4 estrelas em 5.

Anúncios
beautifuldreams

Licenciada em Ciências da Comunicação, adoro escrever e ler. Sou lontra de sofá, amante de filmes e séries televisivas, vejo tudo o que posso. Aprendiz de geek, vivo num mundo de fantasia. Adoro a vida e ainda há tanto para descobrir.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s