REVIEW: “Game of Thrones” 8×02

“A Knight of the Seven Kingdoms”

Depois do final do primeiro episódio, estávamos curiosas para ver as consequências da descoberta da verdade. Mas, esse assunto só foi tocado mais tarde.

Este episódio foi uma forma de mostrar a “calma” antes da “tempestade”, que estava a caminho e que se mostra imparável, foi dedicado a mostrar o lado humano de todos em Winterfell e de como se prepararam nas últimas horas que possivelmente lhes restavam de vida.

Primeiro, a chegada de Jaime Lannister a Winterfell causou rebuliço. Com a sua estadia a ser questionada de todas as frentes, principalmente por Sansa e Dany, mas após a intervenção de Brienne em sua defesa acabou por ficar. Já Jon não se opõe a qualquer aliado desde que esteja vivo. Daenerys ficou frustrada e ameaçou tirar o lugar de Mão a Tyrion. Jaime, por sua vez, ficou surpreendido por Bran não ter contado a verdade, que tinha sido ele a puxá-lo da janela. Bran não achou necessário e deixou no ar a questão “Quem disse que haverá um depois?”.

Daenerys, a conselho de Jorah, tentou aproximar-se de Sansa realçando o facto de serem ambas mulheres numa posição de poder e de terem famílias complicadas. Notou-se que Daenerys esforçou-se demais, e quase parece que está a fazer por obrigação. Sansa voltou a tocar no assunto da independência do Norte, nota-se que Sansa não irá entregar o Norte de mão beijada. Daenerys não gostou, mas foram interrompidas pela chegada a Winterfell de Theon. E, Sansa acolheu-o novamente.

A chegada, também, de Ed, Tormund e Beric foi celebrada, mas traziam consigo más notícias. Os mortos estavam a caminho de Winterfell, e não faltava muito para chegarem. Medidas de defesa foram tomadas num conselho de guerra. Bran Stark, deixou aí bem claro que é o alvo do Night King.

Num momento de quietude antes da batalha, Jaime juntou-se a Tyrion, Brienne, Pod, Tormund e Davos de volta da lareira, e partilharam histórias. Num dos momentos mais emotivos do episódio, Jaime Lannister fez de Brienne uma cavaleira. Um momento merecido e esperado por muito por esta personagem. Sentiu-se em Jaime admiração por Brienne, gratidão por parte de Brienne e alegria por parte dos restantes.

Jon e Sam reencontraram-se com Ed, e juntos partilham um momento de irmãos, os últimos da Night’s Watch. E, foi nesta cena que apareceu Ghost, finalmente. Mas soube a pouco.

Já Arya Stark protagonizou um dos momentos de choque do episódio. Arya entregou-se completamente ao que sentia por Gendry. Foi algo inesperado por ter acontecido tão rápido e de forma tão gráfica.

Jon esperou até ao último momento para confrontar Dany, mesmo em frente da estátua de Lyanna Stark, sua mãe, e revelar o seu grau de parentesco com esta e ela percebeu que ele era o último homem Targaryen vivo, tornando-o no legítimo herdeiro do trono. Mas, logo após esta demonstrar-se mais preocupada com a sua posição sendo ameaçada, versus o grau de parentesco, começam a soar os alarmes do ataque iminente do exército dos mortos.

Alguns pontos ressaltaram neste segundo episódio. A posição de Tyrion como Mão está cada vez mais fragilizada, pelos erros que cometeu. Estamos curiosas para perceber se Tyrion terá mais algum trunfo na manga, ou se por outro lado, uma morte horrível lhe espera. Algo é certo, este Tyrion está longe daquele que conhecemos na 1ª temporada. Por outro lado, sente-se em Daenerys cada vez mais impaciência com toda esta situação: os erros de Tyrion, o confronto com Sansa, a relutância do Norte em aceitá-la como rainha, e por último, ver o seu direito ao trono ameaçado por Jon. É mais evidente em Westeros a falta de jeito para a diplomacia por parte de Daenerys. Já Sansa, é cada vez mais respeitada pelo Norte e pelos seus súbditos. E Jon? Preferiu não contar a mais ninguém o segredo. E, ainda não se percebeu o que quererá ele fazer com essa verdade. Certo é que todos estes assuntos ficarão em suspenso. A última montagem de cenas foram acompanhadas por uma bonita canção original, onde prevalecia a imagem dos principais casais da série. Será que algum vai ficar destruído? E, onde estava o Night King?

Um episódio que foi apenas um preparar para a grande batalha, e um piscar de olhos de despedida a algumas personagens. Já foi dito que o próximo episódio contém a batalha mais longa de sempre da história do entretenimento. Será, sem dúvida, um episódio de ficar colado ao ecrã, e com muita emoção.

beautifuldreams

Licenciada em Ciências da Comunicação, adoro escrever e ler. Sou lontra de sofá, amante de filmes e séries televisivas, vejo tudo o que posso. Aprendiz de geek, vivo num mundo de fantasia. Adoro a vida e ainda há tanto para descobrir.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s