REVIEW: “Game of Thrones” 8×01

Reencontros e o confronto com o passado

O momento tão esperado chegou, a estreia da 8ª e última temporada de “Game of Thrones”. Fã que é verdadeiro fã, vê a introdução completa e desta valeu bem a pena ver. Uma intro diferente, mais estilizada, na qual seguimos o ponto de vista de invasão pelo Night King. Desde a muralha até Winterfell, passando pelas criptas dos Stark e rumando a Kings Landing, ao trono de ferro.

O episódio começou com um paralelo ao episódio piloto da série, não só em algumas cenas, mas até na banda sonora. Mas, desta vez não eram o rei Robert e a rainha Cersei a chegar, mas sim a rainha Daenerys Targaryen com o seu exército de unsullied e dothraki. Acompanhados de mais dois dragões. O povo nortenho olha a rainha com desconfiança, mas não só o povo. Apesar da chegada de Jon ser esperada pela família e ex-súbditos, já a chegada de Daenerys foi encarada com frieza pelos mesmos.

Lyanna Mormont, Sansa, mais tarde Samwell, e outros súbditos questionam Jon sobre o porquê dele abdicar da sua coroa, chegando mesmo Sansa a questioná-lo se o tinha feito pelo povo ou por amor, também Arya mostrou-se do lado desta quando questionada por Jon.

Por seu lado, sente-se que Daenerys mantém uma ligação muito forte com Jon. Contudo, a sua arrogância pode ser a sua queda. Até faz uma pequena ameaça a Sansa. E, quando revela a Samwell que assassinou a sua família, não se sente grande emoção, nem qualquer ponta de remorsos por parte dela.

Este episódio foi recheado de reencontros: Bran e Jon, Jon e Samwell… Só faltou mesmo um reencontro entre Jon e Ghost. Mas, Arya protagonizou os mais emotivos. O seu reencontro com Jon foi tudo que se esperava, um reencontro de duas pessoas que se amavam profundamente e que sentiam saudades. Contudo, Arya reforçou a sua posição de apoio à irmã e à família e disse a Jon para não esquecer a família. Arya também se reencontrou com Sandor Clegane e Gendry. Esse foi um momento que será importante para o desenvolvimento da narrativa. Arya apresenta a Grendry um protótipo de uma nova arma. Será que vai utilizá-la contra os white walkers? Outro reencontro interessante foi entre Sansa e Tyrion. Sansa questionou-o se ele realmente acreditava que Cersei iria enviar as suas forças para Norte.

Bran Stark passou o episódio a olhar as pessoas de forma pensativa: desde Daenerys, a Tyrion… Será que estava a ver algo no seu futuro? Já no final do episódio, Bran ficou à espera de um “velho amigo” dizia ele, que pensamos tratar-se de Jaime Lannister, que quando o viu pareceu que tinha visto um morto.

Em King’s Landing, assistimos à chegada dos mercenários da Golden Company. E, não há elefantes, infelizmente para Cersei. Já Cersei sucumbe ao pedido de Euron, mas sente-se nela uma repulsa por ele. Fez aquilo porque necessita ainda dele. Cersei sente-se encurralada na própria situação que maquinou. Por outro lado, incumbe Bronn de matar os seus dois irmãos, Jaime e Tyrion, e com a besta que foi usada para matar Tywin. Outro ponto interessante que nos saltou à vista foi quando Qyburn disse que Cersei teria outros planos para Daenerys. Que outros planos poderá ter Cersei para Dany? Já enquanto Euron estava ocupado com Cersei, Theon Geyjoy fez jus à promessa e salvou Yara. Yara irá tentar reaver o seu trono, pois Euron anda por King’s Landing. Já Theon rumará para Winterfell para ajudar a família adoptiva a combater os white walkers.

Outro dos momentos fortes do episódio foi a descoberta da verdadeira parentalidade de Jon Snow. O público já sabia, mas o protagonista ainda não. Confrontado por Bran, o Corvo de Três Olhos, Sam compreende que é o momento certo de contar a verdade da sua última descoberta. Pondo em causa a justiça da nova rainha, Sam explica ao seu amigo quem são os seus verdadeiros pais. Lyanna Stark e Rhaegar Targaryen casaram em segredo e juntos tiveram um filho. Ned Stark jurou proteger o sobrinho, que o considerou como filho. Mediante esta informação, Jon Snow, recusou pensar no que tal implicava. Seria verdade e justo declarar-se ao trono? Ou tal tornaria-o num traidor? A decisão será apenas de Jon, mas o amor que pairava no ar, será fortemente abalado para os recém-amantes. Apesar de momentos antes percebermos o estado da situação do romance de Daenerys e Jon. Não foi só uma noite fugaz, a relação evoluiu. Para mostrar a sua confiança, Dany aprovou a experiência de Jon voar pela primeira vez em cima de um dragão. Um momento interessante a CGI que provou que esta não é uma série qualquer. Os seus efeitos especiais assemelham-se a uma proeza cinematográfica. Juntos refugiaram-se num local seguro, e até ponderam esconder-se por ali durante alguns tempos, no lugar só deles. Mesmo com o olhar atento e desconfiado dos dragões que causou algum desconforto a Jon.

Num dos melhores momentos do episódio, quase a lembrar mais uma cena de uma série de terror, a Patrulha da Noite e Tormund e Beric Dendarion, encontram-se no castelo do pequeno Lord Umber. Mas quando lá chegam, estava deserto, encontrando o pequeno Ned Umber morto, num cenário grotesco com a assinatura do Night King.

Winterfell” o título do primeiro episódio da oitava temporada, conseguiu um excelente arranque. Momentos marcados por reencontros, novas decisões e ameaças cada vez mais próximas. Este foi um episódio que nos fez pensar sobre qual será o destino de cada uma das personagens, já que os peões do tabuleiro estão a avançar no jogo do poder.

O blogues Beautiful Dreams, More Than Entertainment e Tagarela Geek vão todas as semanas esmiuçar cada episódio da temporada final de “Guerra dos Tronos”, por isso acompanhem-nos nesta aventura.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s