OS MELHORES 15 EPISÓDIOS “GAME OF THRONES”

TOP 15 EPISÓDIOS “GAME OF THRONES

Depois da saga “Personagens influentes” e como ainda faltam umas semanas até a última temporada sair, decidimos continuar, desta vez com um artigo sobre os que para nós foram os melhores 15 episódios destas últimas sete temporadas. Sim, não foi nada fácil, porque esta série é recheada de bons episódios, já por isso é considerada das melhores séries de sempre. Mas, fosse pelo nosso gosto pessoal, ou pela qualidade do episódio, aqui estão os nossos escolhidos.

15) 5×10- “Mother’s Mercy”

Stannis Baratheon marcha para a batalha para reaver Winterfell dos Bolton. Cersei procura perdão e é submetida a uma humilhação pública. Jon, na Muralha, tem os seus próprios problemas, depois de ajudar o povo livre, há quem não esteja contente com essa ideia.Sansa tenta fugir das garras de Ramsay Bolton com a ajuda de Theon. Uma season finale intensa: tivemos a batalha de Winterfell que acabou mal para Stannis; Cersei viu-se numa situação que nunca antes pensou,mas foi vítima também da própria armadilha; Arya Stark riscou um nome da lista e a morte de Jon Snow ficou-nos gravada na memória, e deixou-nos na expectativa para ver o que lhe esperava.

14) 3×09 – “The Rains of Castamere”

O episódio é focado no casamento de Edmure Tully com Roslin Frey. Outras histórias abordadas incluem a separação do grupo de Bran Stark, a lealdade de Jon Snow é testada e Daenerys Targaryen planeia sua invasão da cidade de Yunkai. Mas, o porquê deste episódio estar no top, para além de ser bem realizado e bem escrito, é o choque que provoca. Este é o episódio do Casamento Vermelho, um episódio que ficará para sempre na memória dos fãs da série. Estávamos à espera de algo, mas não daquilo. Foi triste, chocante e horrível o que vimos naquele episódio, ainda por cima o que estava a acontecer aos Stark, que já tinham sofrido tanto. Será para sempre um dos momentos mais icónicos e chocantes da tv, e provocou reações bastantes fortes em todos. The North Remembers.

13) 1×07- “You win or you die”

Muitos acontecimentos tomaram lugar neste mesmo episódio. Tywin pressionou Jaime para ser o homem que ele é suposto ser enquanto se preparam para a batalha contra Catelyn Stark, que capturou Tyrion Lannister. Ned confronta Cersei acerca dos segredos que mataram Jon Arryn e revela que sabe sobre o seu segredo, que os três filhos desta não são de Robert, mas sim fruto do incesto com Jaime. Jon e Sam fazem os seus votos de fidelidade à Night’s Watch. Jorah salva Daenerys de uma tentativa de assassinato com vinho envenenado e Khal Drogo jura vingança , prometendo liderar os Dothraki para sítios onde nunca foram. Em King’s Landing, Robert que estava gravemente ferido, depois da caça ao javali ter corrido mal, numa tentativa de assassinato planeada por Cersei, acaba por morrer. E a partir daí, Ned nunca mais ficou seguro.

12) 6×05- “The Door”

Hold the Door! Hold the Door!” ainda conseguimos ouvir os gritos intermitentes na fuga de Meera e Bran da caverna, invadida pelos White Walkers. Holdor apenas só conseguia dizer o seu nome, sempre serviu os Stark em Winterfell e acompanhou Bran na sua jornada. Neste episódio compreendemos o significado do seu nome, e a sua história. Choramos baba e ranho pela morte desta personagem que apesar de ser secundária conseguiu sacrificar-se por um bem maior. O significado das suas palavras foi finalmente ouvido.

11) 2×03- “What is dead may never die”

Ainda sem motivos para confiar em alguém, Tyrion procura utilizar a sua melhor arma, a sua inteligência, para descobrir quem merece a sua consideração no Small Council. Tyrion rapidamente percebe que está num ninho de cobras, ambiciosos por poder. Catelyn decide dar apoio ao filho na guerra ao persuadir Renly a juntar-se às suas forças. O que podia ser uma aliança favorável às duas partes. Após a ameaça a Winterfell, Theon terá de escolher o seu caminho. Juntar-se às ideias tiranas da sua família e governar Winterfell, ou juntar-se a Robb, único irmão que conheceu, na sua cruzada?

10) 3×04 – “And now is watch is ended”

Cada peão começa a mexer-se para provar o seu poder. Jaime ainda perdido e sem mão, tenta voltar para casa a todo o custo. Cersei não está confortável com a presença da família Tyrell. Do outro lado, a Patrulha da Noite começa a ficar impaciente com a Craster que abusa das suas próprias filhas e troca os seus filhos para o outro lado da Muralha. Daenerys afirma o seu poder com a compra do exército dos Imaculados. A mãe dos dragões começa a estar preparada para uma guerra iminente.

9) 4×09 – “The Watchers on the Wall”

Jon Snow e o resto da Patrulha da Noite enfrentam o maior desafio até hoje: evitar a invasão por parte do povo livre.

8) 7×04- “The Spoils of War”

Muito aconteceu neste episódio, o mais memorável da temporada 7. Em Dragonstone, Daenerys e Jon observam os desenhos das cavernas, deixados pelas Children of the Forest (Crianças da Floresta), indicando que o First Men (Primeiro Homem) e estas lutam juntas contra os White Walkers. Em King’s Landing, a Cersei tenta obter mais investimento do Iron Bank depois de lhes assegurar que em breve a dívida será paga. A Norte, Arya volta a Winterfell, reunindo-se com Sansa e Bran, lutando contra a Brienne. Na estrada para King’s Landing, Jaime e Bronn, juntamente com os exércitos, são apanhados no ataque da Daenerys montada no Drogon e o exército Dothraki. Uma batalha frenética, e das melhores da série, como Got gosta de fazer.

7) 2×09 – “Blackwater”

A frota de Stannis Baratheon chega a King´s Landing e assim a batalha começa, sendo que quem comanda a defesa é Tyrion Lannister, que age como mão do rei, que na altura é Joffrey, que fugiu mal viu oportunidade.

Tyrion não só conseguiu pôr em ação um plano para conseguir acabar com a maior parte da frota de Stannis, envolvendo wildfire, mas também conseguiu motivar os moradores a lutar pela defesa da cidade.

Durante tudo isso, Cersei que estava convencida de uma derrota, preparou um veneno para matar-se juntamente com Tommen.

Esta foi a primeira grande batalha que a série nos preparou. Para muitos continua a ser melhor, com as batalhas serem repartidas entre terra e mar, com wildfire à mistura.

6) 4×02- “The Lion and The Rose”

Tyrion ajuda o irmão Jaime ao encontrar-lhe um novo parceiro de treino. Ramsay Bolton continua os seus jogos com Theon. Bran percebe para onde tem de seguir, em direção ao Three Eye Raven. Em King’s Landing, chega o grande dia: o casamento de Joffrey e Margaery. Durante essa celebração, percebemos mais uma vez a arrogância e mesquinhez de Joffrey, que depois ainda tira um pouco do seu tempo para humilhar o tio Tyrion. Contudo, Joffrey cai inanimado, envenenado. Se existiu uma morte celebrada em tv, foi a de Joffrey Baratheon. Momento satisfatório, ver aquela personagem que toda a gente odiava, finalmente ir desta para melhor.

5) 1×01 – “Winter is Coming”

No primeiro episódio, não podíamos imaginar a magnitude e os largos contornos que esta série iria tomar. A frase pronunciada “Winter is Coming” tornou-se o seu lema. Conhecemos a feliz família Stark que dentro de poucos episódios iria deixar de o ser. Por outro lado, conhecemos a família Lannister, que depressa percebemos que algo não bate certo na relação entre eles. Outras personagens começam a tornarem-se importantes, é o caso de Daenerys Targaryen, ainda uma inocente menina vendida aos dothraki pelo seu próprio irmão.

4) 4×06 – “The Laws of Gods and Men”

O julgamento de Tyrion chegou. Aclama-se inocente, mas as provas apresentadas estão cada vez mais próximas da sua execução. Um testemunho inesperado reage contra si. Mas, Tyrion não iria ficar em silêncio. No melhor monólogo de sempre, Tyrion diz tudo o que pensa, e não deixa nada por dizer. Estamos a ver o episódio, e é impossível não aplaudirmos Tyrion, mesmo estando a aplaudir para uma tv. Yara finalmente encontra o seu objectivo de libertar o irmão, Theon, mas quem encontra é uma pálida imagem do que foi. Daenerys tenta conciliar os seus deveres políticos com a responsabilidade social, ao conhecer Hizdar zo Loraq.

3) 6×09 – “Battle of the Bastards”

Daenerys finalmente está de volta a Meereen, no momento em que a mesma está a ser atacada. Mas, a Mãe de Dragões vai ripostar, com a ajuda dos seus fiéis conselheiros Tyrion, Greyworm e Missandei. Já em Westeros, mais propriamente em Winterfell, Jon Snow e Ramsay Bolton confrontam-se numa batalha por Winterfell e pelo Norte. Jon não tem uma tarefa fácil, mas com a ajuda de Davos, Tormund e o povo livre, e com a estratégia de Sansa de pedir ajuda ao Vale, os Stark conseguem tomar de volta a sua casa. Outra morte satisfatória, a de Ramsay Bolton, entre ele e Joffrey sinceramente, não sei qual deles o melhor. Com a realização 5 estrelas de Miguel Sapochnik, este não é só um dos melhores episódios da série, mas da tv em geral. Sequências de ação longas e realistas, que nos transportam para aquela batalha, e que nos deixam lá, sempre alerta, e com o coração nas mãos.

2) 5×08 – “Hardhome”

Uma batalha que demorou um mês a filmar e que não estava no material original, os últimos 20 minutos deste episódio foram de cortar a respiração, quando o Night’s King solta uma avalanche de mortos vivos ferozes, sobre Hardhome, uma vila dos Wildlings, quando Jon e Tormund lá estavam para convencer o resto dos Wildlings do perigo que se avizinhava. Este foi o momento que ajudou a solidificar Jon Snow como o herói final, provando que este estava certo na sua tentativa de unir as frações inimiga. Foi uma batalha muito intensa de cortar a respiração. E, na qual pudemos assistir à extensão do poder do Night King.

1) 6×10 – The Winds of Winter

Esperava-se uma season finale em grande, e foi mesmo isso que aconteceu. Com a música “Light of the Seven” como fundo, Cersei, Margaery, Loras, Tommem e o High Sparrow preparavam-se para o julgamento. Mas, Cersei tinha um plano bastante diferente. Em Dorne, alianças entre Tyrell e Martell são formadas. Daenerys finalmente se encaminha para Westeros com um exército de dothraki, unsullied, aliados de peso e três dragões. Já no Norte de Westeros, Jon Snow consegue uma aliança entre o povo livre, os nortenhos e os cavaleiros do Vale. E, ali, Jon é proclamado Rei do Norte.

Um episódio icónico com reviravoltas, vinganças, descobertas…O que um fã pode querer mais?

E vocês, concordam com esta lista?
Estamos ansiosas pela nova temporada, que certamente terá episódios que irão fazer parte deste top.

beautifuldreams

Licenciada em Ciências da Comunicação, adoro escrever e ler. Sou lontra de sofá, amante de filmes e séries televisivas, vejo tudo o que posso. Aprendiz de geek, vivo num mundo de fantasia. Adoro a vida e ainda há tanto para descobrir.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s