As Pontes de Madison County

Título: The Bridges of Madison County
Ano: 1995
Realização: Clint Eastwood
Interpretes: Clint Eastwood, Meryl Streep, Annie Corley…
Sinopse: O fotografo Robert Kincaid encontra, Francesca Johnson, uma dona de casa que o ajuda em direcções. Ambos ficam conectados um ao outro durante quatro dias nos anos de 1960.

São poucos os filmes que abordam o tema do romance já em idade avançada. Nunca é tarde demais para encontrar o amor e pode acontecer a qualquer um, em qualquer lugar. Francesca (Meryl Streep) tinha já uma vida composta. Com um marido trabalhador e dois filhos adolescentes. O que sentia falta na sua vida era de alguma emoção, ou partilha de momentos especiais. A sua família era normal e não era de todo comunicativa. Francesca ia vivendo cada dia de cada vez. As expectativas de vida mudaram em quatro dias. Sozinha em casa, enquanto o seu marido e filhos viajaram até uma feira de gado local. Nesse verão dos anos 60, conheceu Robert Kincaid (Clint Eastwood), um fotografo da National Geography que estava a fazer uma foto-reportagem às Pontes de Madison County. Evidentemente que a química entre ambos foi imediata, mas lentamente começaram a aproximar-se um do outro. Como dois adolescentes e secretamente entregaram-se ao amor e aqueles quatro dias que demoraram uma vida.

Este não foi o primeiro filme realizado por Clint Eastwood. Muitos dos planos apresentados é notório o detalhe e a sensibilidade com a câmara. A marca das lindas paisagens do estado americano é dos factores mais ricos do filme. A química entre o casal é muito natural e espontânea. Somos transportados para uma belíssima história de amor, que pelos primeiros segundos do filme percebemos que não teve um final feliz. Um amor maduro que se exprime genuinamente e a aceitação da vida como ela é, tentado preservar o que de melhor existe. “As Pontes de Madion County” foi baseado num livro de James Waller. O argumento demorado é também a apreciação completa do crescimento do amor deste casal conforme se vão conhecendo. Conversa puxa conversa e aos poucos sentem-se sem responsabilidades e só querem que cada momento dure sem restrições. O blogue atribui 3,5 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2golden_star2

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s