As primeiras impressões Roswell New Mexico

[O seguinte texto contém spoilers sobre o primeiro episódio da série]

Como mega fã da série original, Roswell (podem ler aqui) recebi a notícia deste reboot com o pé atrás. Primeiro o êxtase e depois a dúvida. Um pouco reticente sobre se iam “estragar” o que já estava bem feito. Roswell (1999-2002) apresentava uma história apelativa, com personagens carismáticas. Contudo fiquei mais descasada quando anunciaram o plot desta nova série, Roswell New Mexico. As personagens mantinham-se as mesmas, mas eram mais velhas, o assunto adolescente foi descartado e podíamos contar com uma nova visão dos acontecimentos.

Conseguiram os direitos dos livros, escritos por Melinda Metz, e tornam esta nova série diferente, mas mais idêntica à obra literária. Enquanto assistia ao episódio “Pilot” tentei ser imparcial, e esquecer-me por completo que já conhecia a série e aquelas personagens. Foi difícil, muito difícil. Comparações foram feitas, e até compreendo a baixa avaliação da série. Os fãs do original são imensos. E como fã houve vários aspectos que não gostei. Mas como primeira espectadora até era uma série que aprendia a gostar.

Imagem relacionada

Houve muitos momentos que sentia estar a ver a série original novamente. O Crashdown, os uniformes ridículos com antenas, o tiroteiro, a inquietação do Michael, a lógica da Isobel, a dança extrovertida da Maria, a conexão entre o Max e a Liz e aquele segredo que os aliens da série juraram proteger. Além disso o melhor foi mesmo aquela vibe de finais dos anos 90. A banda sonora da série conseguiu mesmo destacar-se. Aquele momento final do episódio com a música “when the truth hunts you dwn” do Sam Tinnesz com aquela revelação, fez-me esperar ansiosamente pelo próximo episódio.

Contudo a balança das primeiras impressões, está mais para o lado negativo do que positivo. Aquela abordagem mesmo “in the face” sobre as políticas de Trump eram desnecessárias. Percebo que seja um tema bastante atual, mas não era preciso ser tão óbvio e várias vezes referido. Aliás a personagem mantém o seu nome original do livro e a descendência mexicana, mas sobre isso até acho interessante. A atriz Jeanine Mason ainda não me convenceu como Liz, um pouco dona disto tudo que não sabe bem o que quer. Ora odeia tudo em Roswell, ora já quer ir a todo o lugar. Relativamente ao assunto que mais se tem comentado na internet sobre este episódio. Sim, estou a falar do beijo entre as personagens Michael e Alex, sou totalmente contra. As duas personagens na história original não são um casal, a televisão hoje em dia “obriga-se” muito a estes romances entre pessoas do mesmo sexo. Apesar de tudo gostei da química entre os atores Michael Vlamis e Tyler Blackburn. Outro aspecto que não considerei lógico, foi o facto que para recuperarem forças, os extraterrestres tem de beber removedor de verniz de unhas em substituição ao molho de Tabasco como série original. Tipo, o quê? Isso foi explicado já que os produtores não tem os direitos da série, tiveram que conseguir uma outra solução.

Resultado de imagem para roswell new mexico cw gif

Apesar de tudo ainda vou dar uma nova oportunidade a esta série, já que deixou-me curiosa para o desenrolar de certos assuntos pendentes. Afinal tenho de manter a mente aberta e pensar nesta série como uma nova versão. Já agora adorei a interpretação de Nathan Parsons como Max Evans.

Anúncios

Uma opinião sobre “As primeiras impressões Roswell New Mexico

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s