O Amor é Estúpido

Título: The F Word
Ano: 2013
Realização: Michael Dowse
Interpretes: Daniel Radcliffe, Zoe Kazan, Megan Park..
Sinopse: Wallace que se assume como um falhado em relacionamentos, cria uma forte conexão com Chantry, que vive com o seu namorado de anos. Juntos completam o puzzle de melhor amigo, será que pode ser o amor da vida?

Para Wallace (Daniel Radcliffe) a vida não lhe podia estar a correr pior. Perdeu a oportunidade que sonhava, tornar-se médico, e perdeu a mulher dos seus sonhos, porque foi traído. Resumido e concluindo, vive no sotão da casa da sua irmã, trabalha num cubículo e quase já não sai de casa. Mas não perde a esperança, à noite adora subir ao telhado e olhar para as estrelas. Convidado pelo seu melhor amigo, Allan (Adam Driver) a uma festa, começa a meter conversa com Chantry (Zoe Kazan). Ambos pensam de maneira igual e mantém as mesmas opiniões sobre os diferentes assuntos. Apenas existe um senão, ela tem namorado e isso é uma barreira gigante para um futuro relacionamento entre ambos.

Daniel Radcliffe explora outros géneros cinematográficos, após a sua participação de sucesso em Harry Potter. De forte e carismático herói, torna-se um jovem adulto tenso e sem expectativas para uma vida melhor. Uma comédia romântica diferente, com semelhanças com “500 days of Summer” que explora as dificuldades numa amizade entre um rapaz e uma rapariga. Será que o amor está sempre presente? Ou será possível o bom consenso entre ambas as partes?

O amor é estupido-2

O argumento e a bela cinematografia são dos melhores aspectos desta obra cinematográfica. O elenco de jovens atores também se apresenta coerente e responsável a assumir o protagonismo. A personagem de Adam Driver é tão peculiar com em Girls e a apresenta um toque pessoal que só o ator de Star Wars The Force Awakens consegue dar. “O amor é estúpido” apresenta fortes conversas, quase filosóficas sobre todo o tipo de assuntos. Principalmente sobre as fezes do Elvis (mas isso é algo que percebem ao assistir, aliás fezes é o que mais se fala durante o filme).

Este é mesmo um exemplo de conhecer a pessoa certa no tempo errado. Sobre as voltas que a vida dá e as decisões que como adultos temos de tomar, face às responsabilidades. Apesar da previsibilidade da narrativa, não nos deixamos ir abaixo devido aos diálogos interessantes entre as personagens. Concluindo este é um filme divertido no geral e apresenta alguma perseverança em se destacar do típico filme romântico. O blogue atribui 3,5 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2golden_star2

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s