A Ghost Story

Título: A Ghost Story
Ano: 2017
Realização: David Lowery
Interpretes: Casey Affleck, Rooney Mara, McColm Cephas Jr….
Sinopse: Nesta exploração particular de legado, amor, perda e a enormidade da existência, um recente falecido fantasma de lençol branco vestido volta à sua casa suburbana e tenta conectar-se com a sua esposa viúva.

O realizador e argumentista  David Lowery criou uma história cativante. Uma história que provavelmente já nos lembramos mas que nunca paramos para pensar. Caminhamos ao lado de C (Casey Affleck), recentemente falecido, utiliza um comum disfarce de Halloween, um lençol branco com os olhos negros. Esta personagem deambula de um lado para o outro, de volta para a sua antiga casa onde viveu com a esposa. Com qualquer casal passaram alguns momentos de dificuldade, mas amavam-se abertamente. Durante todo o filme acompanhamos a tristeza do luto, a dor, as memórias vividas pelo casal, o passar devastador do tempo, o futuro e o passado. Uma obra cinematográfica bem explorada, pensada e que sufoca a cada minuto que passa. David Lowery focou-se na solidão que a perda provoca, na súbita mudança de rotina.

O filme é lento, mas muito expressivo. Para quem o viu sabe do que estou a falar. A cena em que M (Rooney Mara) está a comer uma tarte, são 5 longos minutos que acompanhamos o vazio da recente viúva, que luta para desesperadamente para sentir algum conforto. Para muitos esta cena era desnecessária, mas achei-a muito completa e permitiu ao público entrar na intimidade de M e dificuldade na perda do marido.  Acho excelente a interpretação de Mara neste filme. A atriz apresenta uma seriedade consistente, e conseguimos sentir a sua tristeza. O mesmo para Casey Affleck que apesar de ser um fantasma, gesticula levemente para sentir o conforto de outrora. Mantém-se completamente tapado, mas o seu talento consegue ser revelado.

A ghost Story-2

A Ghost Story” é um filme totalmente imprevisível. Durante toda a narrativa questionamos sobre o destino das personagens. Os registos finais são ainda mais desoladores e brilhantes ao mesmo tempo. O tempo é explorada de forma dinâmica e até podiam existir teses sobre o assunto. David Lowery esforçou-se mesmo em criar um filme independente, original mas consistente. Delineado como o pior pesadelo de alguns, o fantasma preso no mundo real, enquanto assiste ao afastamento do seu amor maior. É uma dor profunda como espectador que assistimos ao desenrolar desta diferente história. Filosofamos um pouco sobre a vida, a morte e tudo o resto no meio. Apesar de alguns momentos divertidos, e reconfortantes, “A Ghost Story” é um forte drama. O blogue atribui 3, 5 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2golden_star2

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s