Por 13 Razões

De quem é a culpa?

A Netflix brindou-nos com uma nova série no final do mês de março. “Por 13 Razões” foca-se numa mensagem forte, tão forte que conseguiu por toda a internet a falar sobre o assunto. Baseado nos livros de Jay Asher, “13 Reasons Why” é uma série original do canal de streaming que foca-se na vida, ou melhor na morte de Hannah Baker. Hannah é a protagonista desta história, mesmo já estando morta. Durante 13 episódios acompanhamos a experiência de Hannah que levou à sua escolha de tirar a própria vida. O suicídio juvenil é na maioria causado devido ao bullying, e esta série tornou-se num abre-olhos que causou o aumento nas linhas de ajuda aos jovens. Hannah Baker (Katherine Langford) explica em sete cassetes, 13 razões que a levaram ao seu fim. Clay Jensen (Dylan Minnette) um rapaz tímido que sempre admirou Hannah recebe numa caixa de sapatos e assim começa a descobrir a verdade por tudo o que a sua amiga passou.

13 Reasons Why” é muito mais do que uma série de adolescente. Toca na ferida, de assuntos sérios como a desigualdade de sexos, o bullying, a homosexualidade, a violação, a depressão, as drogas, o alcoolismo, o assédio sexual e a morte. Durante 13 episódios sentimos na pele as dificuldades emocionais e psicológicas de Hannah. Todos nós somos esta personagem, mas também somos as outras. O que é importante reter desta série é que ninguém está sozinho e devemos tentar perceber o lado do outro. Não sabemos o que se passa na cabeça de cada um, mas é nossa obrigação tentarmos conversar quando notamos algo de errado. Com um argumento bem escrito, personagens interessantes e reais, com uma história profunda, “Por 13 Razões” é um trama que merece ser visto e reflectido. Podemos estar a salvar vidas, pois tudo o que precisam é um amigo. A Netflix é a principal responsável desta produção que já conseguiu muitos fãs. O final foi forte e ainda deixou muito por resolver. Será que vão produzir uma segunda temporada?

Anúncios

3 thoughts on “Por 13 Razões

  1. Por Treze Razões: Para Lá das Razões: 5*

    Um pequeno documentário de bastidores, é 100% recomendado.

    Cumprimentos, Frederico Daniel.
    PS, viste o documentário?
    E quantas estrelas deste ao livro e à série?
    Eu cinco a tudo.
    Sobre o livro: Ora bem, este livro trata de um tema sensível e é importante ser lido.
    O livro é maravilhoso e faz-nos pensar na vida e nas decisões que tomamos diariamente, mostra-nos como nos vemos e como vemos os outros.
    O livro fala de suicídio, bullying e morte.
    Temas tabus nas escolas, mas este livro deveria de ser discutido em aulas.
    Adorei o livro, mas penso que o Clay não fez nada à Hanna para estar na cassetes.
    O Clay só está nas cassetes para romancear o livro, não mais do que isso.
    Mas sim, ele poderia ter feito mais mas ele não sabia como estava a Hanna.
    É fácil disfarçar, algo que a Hanna fez.
    A Hanna é a personagem base do livro e é bem construída, mas devíamos conhecer mais os pais dela.
    A Hanna é uma personagem que nos faz pensar em nós, eu que o diga pois vi imensas coisas que ela tinha em mim.
    A Hanna fez-me lembrar de mim em certas coisas e eu senti-me ligado a ela, o que nem sempre é bom.
    Eu compreendo a ira que a Hanna tinha nas cassetes, a fúria dela é palpável.
    Não me vou alongar mais, apenas espero que leiam o livro.
    PS, as lágrimas vieram-me aos olhos em algumas páginas.
    Sobre a série:
    Ponto 01: A série é fiel ao livro, mas ambos tomam diferentes rumos.
    Ponto 02: Os livros costumam ser mais profundos do que as adaptações, mas neste caso a série consegue ser ainda mais profunda do que o livro.
    Ponto 03: No livro não disseram que a Courtney era lésbica, mas na série disseram só que eu tinha notado isso no livro também.
    Ponto 04: O bullying é nojento, perigoso e pode matar e o Clay não deveria ter tido aquela atitude com o Tony.
    Ponto 05: Avé Kate Walsh, que papelão.

    Liked by 2 people

    1. O livro ainda não li, mas se for como a série é bastante bom. A série foca-se em temas muito sérios e se pudesse escolher uma pontuação, seria de 4,5 estrelas. Em livro deve funcionar bem, mas em série arrastaram um pouco. As personagens são carismáticas e facilmente identificamos casos reais de situações equivalentes a estas. Eu gostei tanto da série que num fim-de-semana terminei e agora vai chegar a segunda temporada.

      Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s