Saltar para o conteúdo

Crítica: Harry Potter e os Talismãs da Morte – Parte 2

Título: Harry Potter and The Deadly Hallows Part 2
Ano: 2011
Realização: David Yates
Interpretes: Daniel Radcliffe, Rupert Grint, Emma Watson…
Sinopse: Harry, Ron e Hermione continuam a sua jornada à procura dos horcruxes de Voldemort com o objectivo de destruir o Senhor das Trevas. Enquanto isso chegou o momento da batalha final em Hogwarts.

A promoção do filme “Harry Potter e os Talismãs da Morte: Parte 2″ foi absolutamente maravilhosa. Os cartazes promocionais espalhados pelo mundo nem sequer necessitavam de  título. Apenas eram apresentados os protagonistas (principalmente os três: Harry, Ron e Hermione) com a frase “It all ends”. Não explicava o quê, nem quem, apenas isso. Aquela frase. Após oito filmes, e sete livros a história de Harry Potter é conhecida em todo o mundo e não é necessária mais nenhuma indicação. Tudo ia acabar. Aliás este era o filme final e o culminar de toda a aventura. Mas Harry Potter não terminou, pelo menos para mim, ainda continua nos nossos corações. Na minha opinião este foi o melhor filme da saga, estava completo. Ação, mistério, drama e até comédia fazia parte da película. A batalha final entre Harry Potter e o Dark Lord foi épica, com efeitos visuais espectaculares, luzes das faíscas das varinhas e muito movimento. Lembro-me de sair satisfeita da sala do cinema, a saga de Harry Potter podia ter terminado, mas este último deixou a sua marca. Agora aproximadamente de 2 em 2 anos faço a maratona de todos os filmes.

Apesar do filme ser muito bom, não está perfeito. Algumas cenas de luta tornam-se demasiado rápidas e por isso falta-lhes a emoção desejada. A morte de algumas personagens principais também foi pouco notada, sequências rápidas que apenas seguem um objectivo, a luta final de Harry com Voldemort. A realização liderada por David Yates foi majestosa, afinal uma saga com milhões de fãs, é difícil de terminar. No entanto a tarefa foi terminada com êxito. Quem ainda não tinha lido os livros desenganem-se que este é apenas um filme com uma batalha. Não. Ainda existe histórias não reveladas de personagens. É o caso do professor Snape que afinal tudo o que fez foi salvar Harry das adversidades do mal. Essa cena parte-me mesmo o coração. “After all this time? Always”. A coragem do Neville também surpreendeu e ainda a verdade sobre os Talismãs da Morte. Apesar de tudo esta torna-se numa boa obra cinematográfica. O blogue atribui 4,5 estrelas em 5.

Rating: 3 out of 5.


Harry Potter - www.wook.pt

beautifuldreams Ver todos

Licenciada em Ciências da Comunicação, adoro escrever e ler. Sou lontra de sofá, amante de filmes e séries televisivas, vejo tudo o que posso. Aprendiz de geek, vivo num mundo de fantasia. Adoro a vida e ainda há tanto para descobrir.

One thought on “Crítica: Harry Potter e os Talismãs da Morte – Parte 2 Deixe um comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: