Crítica: Exodus Deuses e Reis

exodus-movieExodus: Deuses e Reis é um filme de 2014, realizado por Ridley Scott, com as participações de Aaron Paul, Ben Kingsley, Christian BaleIndira Varma, Joel Edgerton, John Turturro, Sigourney Weaver. Sinopse: Aventura épica que retrata a história de coragem e ousadia de um homem, que conquista o poder de um império inteiro. Com recurso à arte dos efeitos visuais e à profundidade do 3D, Ridley Scott dá uma nova vida à história, trazendo de uma forma incrivelmente real o terrível ciclo da praga mortal e o confronto do lider Moisés e o faraó egípcio Ramses, quando lidera 600.000 escravos numa viagem monumental de fuga do Egito. Uma história conhecida, mas uma viagem nunca antes vista! (Fonte: Sapo Cinema)

Admito que sempre gostei desta história desde que o filme de animação o Principie do Egipto estreou nos cinemas. A guerra entre dois irmãos e sobre aquilo em que acreditam, pode mudar mesmo o destino de uma das maiores nações da história. Neste filme de Ridley Scott (Gladiador) a mesma história ganha um novo alento. Com efeitos visuais de um nível superior, Exodus, conquista pela sua produção cinematográfica. Além dos efeitos, os cenários são do mais real possível, os figurinos estão bem colocados e o Egipto é visto com toda a sua magnitude dos seus tempos de glória. Mas só isso é positivo. O argumento não convence e falta o factor humano. Seria de esperar numa película desta dimensão que fosse mais emotivo, aliás estamos a falar de uma das mais conhecidas obras bíblicas.

Exodus2Durante duas horas e meia, assistimos a um filme que devia mostrar mais sentimento e ser uma história mais inspiradora. Cenas como o romance entre Moisés e a sua amada achei desnecessário e desinteressante. O realizador já comentou que existe uma versão bem mais extensa, com cerca de quatro horas, que explica algumas das lacunas do filme. Não gostei de Bale como Moisés, talvez por achar que a caracterização não estava mais de acordo à imagem que eu reconhecida. Além disso, imaginava que a qualquer momento ia dizer “I´m Batman“. Não disse. Mas a sua interpretação em Exodus estava distante comparativamente aos outros filmes do ator. O blogue atribui 3 estrelas em 5.

golden_star2golden_star2golden_star2

Anúncios

2 thoughts on “Crítica: Exodus Deuses e Reis

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s