E a primeira temporada já foi

The-Night-Shift-NBCUm dos meu guilty pleasures, é séries de médicos. Não resisto, gosto de todo o drama, da adrenalina, das histórias dos pacientes e ainda de como as emoções dos médicos e enfermeiros é gerida em alturas de stress. A minha última escolha para o tema foi a série The Night Shift. E não fiquei arrependida. A primeira temporada já terminei, agora que venha a segunda, e a terceira também já foi confirmada. O primeiro episódio continha demasiada informação. Compreendo. A ideia é  mostrar o vislumbre do potencial da série. Mas à medida que a história vai avançando, cada vez dispersa-se mais. A primeira temporada apenas tem oito episódios, e mostra como um grupo de médicos lida com as mais variadas situações no turno da noite de um Hospital de Trauma.

Foi no episódio 6 “Coming Home” que percebi que esta série valia mesmo a pena ser vista. Nunca vi uma relação entre pessoas do mesmo sexo, ser exposta com tanto sentimento e carinho. As cenas da relação entre dois homens – Drew e Rick foi dos pontos altos de Night Shift. Digo o mesmo dos dois últimos episódios em que emoções são postos à prova e segredos foram revelados. O último momento entre T.C. e Jordan foi mesmo comovente. Um dos fatores negativos é que a história de cada episódio não é continuada do anterior. Existindo casos em que o desfecho era necessário. A primeira temporada já foi, segue-se a segunda.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s