Crítica: Dava tudo para estar cá

Viver em formato Super-Herói

Dava tudo para estar cá (I wish I was here) é um filme de 2014, realizado por Zach Braff e com as participações, do próprio, Kate Hudson, Joey King, Pierce Gagnon, Ashley Greene. Sinopse: A história de Aidan Bloom, um ator sem perspetiva de carreira, marido e pai, que aos 35 anos de idade ainda procura o seu verdadeiro lugar na vida. Ele e a mulher vivem dificuldades financeiras, e não ajuda o fato de Aidan passar grande parte do tempo a imaginar ser um futurista cavaleiro espacial, um sonho que tem desde pequeno. Quando o seu pai doente deixa de poder pagar a escola privada dos dois netos, e com a única escola pública disponível decrépita, Aidan aceita tentar ensinar os filhos em casa. (Fonte: SapoCinema).

O ator Zach Braff (Scrubs) volta à realização com este filme, totalmente inesperado. Admito que assisti, porque encantei-me com o trailer e com a sua história comovente. Adicionei-o logo à minha lista para ver. A vida é uma aventura cheia de surpresas e é isso que Aidan (Zach Braff) vai conhecer. Num filme sobre o imaginário e uma fuga à realidade, pois esta por vezes torna-se monótona e difícil. O que precisamos por vezes é uma fuga da rotina. Identifiquei-me com este filme, por penso da mesma maneira do protagonista, em que cria um mundo só dele. Com um diálogo bem-humorado com comédia leviana, guiamos-nos através de uma história dramática sobre a família e as relações pessoais de cada um. Onde cada personagem é única à sua maneira.


I Wish I Was Here é super inovador com uma história inspiradora. Zach Braff esteve bem como realizador e ator do filme da sua autoria. Kate Hudson é uma atriz que também merece ser elogiada, igualmente acontece com o elenco mais jovem. A banda sonora é simples e eficaz, tornando este filme realizado por crowdfounding mais sustentável. Na vida temos de crescer, ser adultos a aceitar novos desafios para conseguirmos ter a oportunidade de brilhar. Não pudemos viver sempre no nosso mundo de fantasia, por muito que nos seja acolhedor. Dava tudo para estar cá, fala de isso mesmo, nota-se que este é um filme muito pessoal de Braff. Acredito que si, e gosto de ver este ator a representar. O blog atribui 3,5 estrelas em 5. golden_star2

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s