Crítica: Trip de Família

Trip de família ou em título original We´re the Millers, é um filme de 2013, realizado por Rawson Marshall Thurber, protagonizado por: Jennifer Aniston, Emma Roberts, Molly C. Quinn, entre outros. Sinopse: David Burke é um pequeno traficante de droga, cuja clientela inclui patrões e mães de família, mas não crianças – afinal de contas, ele tem escrúpulos. Então o que pode correr mal? Muita coisa. Pelos motivos óbvios tenta manter-se discreto mas aprende da maneira mais difícil que nenhuma boa ação fica impune quando tenta ajudar alguns adolescentes e acaba por ser atacado por um trio de punks. Ao roubarem a sua droga e o seu dinheiro, deixam-no com uma grande dívida ao seu fornecedor, Brad. De forma a dar a volta à situação, David tem agora de tornar-se num grande traficante e trazer uma mercadoria do México para Brad. Com a ajuda dos seus vizinhos, a stripper cínica Rose, o potencial cliente Kenny e a adolescente com tatuagens e piercings Casey, David elabora um plano infalível. Uma esposa e dois filhos falsos e uma enorme autocaravana. Depois, os “Millers” seguem para o sul da fronteira para um fim de semana de 4 de Julho que certamente acabará mal. (fonte CinemaGate).

O trailer e Trip de Família apresenta-se como uma comédia deliciante, cheia de cenas cómicas e muita aventura, mas não é bem assim. Este filme na realidade é apenas mediano, sendo que as cenas mais engraçadas aquelas a que aparecem no trailer. Arrisco a dizer que é a típica comédia norte-americana. É o que se tem quando se junta um traficante de droga azarado, uma stripear de meia-tigela, um totó e uma sem-abrigo sem grandes esperanças futuras, posso dizer que o conceito geral e a história envolvente são originais, pois não é a típica comédia romântica, sobre a rapariga que se apaixona pelo rapaz, ou vice-versa.

Um dos aspectos negativos do filme é a sua duração, duas horas e pico é demasiado para um filme do género, agora parece que só sabem fazer filmes compridos. O que torna o resto da história mais maçuda, pois sabendo que o espectador já adivinha qual o final do filme. Quanto às performances dos atores não há nenhuma que seja realçada, apresentam-se como medianas, nem Jennifer Aniston, conhecida pela sua personagem de FRIENDS, Rachel, tem um papel ilustre neste filme, mas ultimamente Aniston não tem mostrado muito em filmes de comédia. Quanto ao filme até tem piada, e não o considero mal de todo. o Blog atribui 2,5 estrelas em 5.

Anúncios

One thought on “Crítica: Trip de Família

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s