Crítica: Top Gun

Top Gun – Ases indomáveis um filme de 1986 realizado por Tony Scott, e com as interpretações de Tom Cruise, Kelly McGillis, Val Kilmer, Anthony Edwards, Tom Skerritt, Meg Ryan, Tim Robbins, nos principais papéis.

Maverick (Tom Cruise) é um piloto experiente. Quando encontra um par de MiG’s sobre o golfo Pérsico, o seu ala enerva-se e vai-se abaixo. Sem quase nenhum combustível, Maverick convence-o a aterrar no porta-aviões. Quando o seu asa ganha as suas asas, Maverick é promovido e enviado para a Top Gun, escola de pilotos navais. Aí luta contra as atitudes doe outros pilotos e a velha história da morte do seu pai em combate que matou outros devido a erro seu volta a ensombrá-lo. Maverick luta por ser o melhor piloto, pisando os dedos de outros estudantes e desafiando Charlie (Kelly McGillis), uma instrutora civil por quem se sente fortemente atraído.

Neste filme de ação liderado por Tom Cruise, a adrenalina está presente ao máximo, aviões a sobrevoar os céus com manobras de cortar a respiração. Em 1986 foi este o filme que lançou Tom Cruise para a fama, onde várias adolescentes da época deliciavam-se com a interpretação do jovem Cruise, pois o filme além de muita ação, e drama, também tem clima de romance à mistura. Até ao momento ainda não se tinha realizado um filme do g´nero, sendo que hoje em dia temos filmes de tudo e mais alguma coisa. Nesta época dos anos 80 deixamos encantar com os filmes de romance, época de Dirty Dancing, Pretty in Pink, Breakfast Club, Sixteen Candles...mas também de ação como: Rocky, Extreminador Implcável, Die Hard, Rambo, Indiana Jones…já Top Gun é uma mistura completa. 


Este é um filme dos clássicos que vale a pena ver, principalmente para quem gosta de adrenalina. Porém também é engraçado vermos Tom Cruise e Val Kilmer neste filme, tão novos, mas já com o dom para a representação. Todos os heróis tem um rival e nesta história não é excepção, pois todos os pilotos querem tornar-se de elite. O filme está bastante vem produzido e o argumento vem criado, um aspecto falha é o fugaz e rápido romance entre Tom Cruise e a atriz Kelly McGillis, que apesar de ter continuado como atriz apenas representou em pequenos papéis de filmes de televisão, não teve o mesmo relevo de fama que o seu companheiro amoroso no filme. O Blog atribui 4 estrelas em 5.

beautifuldreams

Licenciada em Ciências da Comunicação, adoro escrever e ler. Sou lontra de sofá, amante de filmes e séries televisivas, vejo tudo o que posso. Aprendiz de geek, vivo num mundo de fantasia. Adoro a vida e ainda há tanto para descobrir.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s