Crítica: Hunger Games – Jogos de Fome

Hunger Games ou Jogos da Fome é um filme de 2012 realizado por Gary Ross e tem como protagonistas Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson, Woody Harrelson, Stanley Tucci e  Elizabeth Banks. A história deste filme teve o seu início na literatura, com o “best-seller” mundial de  Suzanne Collins, o primeiro livro de uma trilogia, que começou em 2008 e terminou em 2010. Este ano o famoso livro foi adaptado para a sétima arte.

A história circula em volta de Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence), num mundo pós-apocalíptico onde reina o caos, a guerra e a fome. O mundo que conhecemos não é mais o mesmo, este esta dividido em 12 distritos, em apenas um país único, onde os governantes snobs vivem bóemicos na cidade Capitol, não se interessando pela pobreza dos outros distritos. A jovem Katniss é uma das pobres do distrito 12.

Vivendo sempre em suporto da família, dando apoio à mãe que desde a morte do marido nunca foi a mesma e protecção à sua irmã mais nova, Prim. Porém Katniss faz tudo para sobreviver, através da sua habilidade para o arco e a flecha, a jovem consegue dar subsistência de alimento à família. Contudo para manter a paz entre os 12 distritos revoltados, todos os anos, cada Distrito tem a obrigação de dar dois tributos humanos, um rapaz e uma rapariga para competirem nos famosos Jogos da Fome, onde apenas um pode sobreviver. Neste ano celebram-se os 74ª Jogos da Fome, Katniss vê-se obrigada a participar para salvar a vida da irmã, juntamente com Peeta, um rapaz do mesmo distrito, pelo qual sempre teve um fraquinho por ela.

Katniss está num mundo com a qual nunca esteve habituada. Porém para sobreviver à selva dos Jogos da Fome terá de ser perspicaz, utilizando a sua força e a ajuda da natureza, para conseguir voltar para a sua família. No entanto tem outra terrível missão, assassinar os restantes 23 concorrentes do jogo, incluindo o seu parceiro de equipa, para sair viva da arena. Será que Katniss vai conseguir?

Curiosamente na minha opinião devido à imensa informação que nos é  divulgado no livro, penso que no filme esses dados estão bem compactados, par a todo um mundo novo que nos é mostrado. Contudo à medida que os Jogos começam a narrativa do filme, vai perdendo fluxo, desvanecendo um pouco. Pois estamos sempre à espera de um pouco mais. De facto que este filme reflecte uma enorme crítica social aos governantes, sendo que a ideia da competição dos jogos da fome é um pouco ilusória e muito desumana. Porém o filme estava bom e espera-se agora pelos restantes dois. Na minha opinião o filme merece 4 estrelas em 5.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s