Saltar para o conteúdo

Filmes baseados em histórias reais

127 Horas

A história verídica da impressionante aventura do montanhista Aron Ralston, na sua luta ao ficar preso após uma queda num desfiladeiro isolado no Utah (EUA). Durante os cinco dias seguintes Ralston examina a sua vida e sobrevive aos elementos para finalmente descobrir que tem a coragem e os recursos para se libertar por qualquer meio necessário, escalar uma parede com 200 metros e caminhar mais de 12 km antes de ser finalmente salvo. Ao longo da sua viagem, Ralston recorda amigos, amantes, família e as duas caminhantes que conheceu antes do acidente. O filme é de 2010.


Entre segredos e mentiras

1971. David Marks (Ryan Gosling) é filho de um influente empresário, Sanford Marks (Frank Langella), mas nada quer com as empresas da família. Ele conhece e posteriormente se casa com Katie Mars (Kirsten Dunst), com quem abre uma loja de produtos orgânicos em uma cidade no interior dos Estados Unidos. O problema é que David não se sustenta e ainda depende da mesada da família. Um dia, ao receber a visita do pai, David recebe uma nova proposta para trabalhar em Nova York. Desta vez acompanhada com uma ameaça velada, de que Katie pode abandoná-lo caso mantenha o atual nível de vida. Temendo perdê-la, ele aceita o emprego e ambos se mudam mais uma vez. É o início dos problemas de relacionamento entre David e Katie, já que ele passa a querer agradá-la de todas as formas, mesmo que isto o torne infeliz. O ano do filme é 2010.


Cinderella Man

O lendário atleta Jim Braddock (Russel Crowe), um promissor lutador de Boxe com a alcunha de “Cinderella Man”, vê-se forçado a abandonar os rings após uma série de derrotas sofridas. Durante o período da “Grande Depressão”, Braddock resolve aceitar uma série de trabalhos terríveis para ajudar a sua mulher e os seus filhos que passam dificuldades, sem nunca abandonar a ideia de continuar a sua carreira de pugilista… Ao saber de uma desistência de última hora no campeonato de pesos pesados, Braddock decide agarrar a oportunidade, e contra a vontade de todos, regressa aos rings para lutar contra um top do ranking mundial. O filme teve estreia em 2005.


Apanha-me se puderes

Um agente do FBI anda atrás de um jovem criminoso que foi bem sucedido nas suas proezas ao fazer-se passar por um piloto aéreo, um médico, um advogado e um professor de história, conseguindo acumular a considerável quantia de 2,5 milhões de dólares em cheques fraudulentos, dispersos por 26 países. 2002 é a data de estreia do filme.


Invictus

Recentemente eleito Presidente, Mandela sabia que a nação continuava racista e economicamente dividida, fruto do apartheid. Acreditando que poderia unir o seu povo através da linguagem universal do desporto, Mandela apelou à equipa de rugby, que fez uma improvável caminhada até à Final do Campeonato do Mundo de 1995.


Á procura da felicidade

Em À PROCURA DA FELICIDADE, (The Pursuit of Happyness), Chris Gardner (Will Smith) é um homem de família lutando para sobreviver. Apesar de todas as tentativas para manter a família unida, a mãe (Thandie Newton) de seu filho de cinco anos Christopher (Jaden Christopher Syre Smith) está constantemente sobre uma forte pressão financeira. Sem condições de suportar a situação, ela relutantemente decide partir. Chris, agora um pai solteiro, continua a perseguir desesperadamente um emprego com melhor remuneração, usando toda sua habilidade de vendedor.


A Lista de Schindler

O filme representa a indelével história do enigmático Oskar Schindler, um membro do partido nazi, mulherengo e especulador de guerra, que salvou a vida a mais de 1100 judeus durante o Holocausto. Foi o triunfo de um homem que fez a diferença no drama daqueles que sobreviveram a um dos capítulos negros da história da humanidade, salvos pelo que ele fez. Vencedor de sete Óscares® da Academia, incluindo Melhor Filme e Melhor Realizador, o filme venceu igualmente os mais importantes prémios para Melhor Filme e arrecadou uma significativa quantidade de menções honrosas. O filme é de 1993.


Duas irmãs, Um rei

Duas irmãs, Ana (Natalie Portman) e Maria Bolena (Scarlett Johanson), são manipuladas pelos seus ambiciosos pai e tio para reforçar o poder e status da família, através da conquista dos favores do Rei de Inglaterra. Inicialmente, Maria ganha os favores do Rei Henrique e torna-se sua amante, dando-lhe dois filhos ilegítimos. Mas Ana, esperta, intriguista e destemida, consegue afastar tanto a sua irmã como a mulher do Rei, a Rainha Catarina de Aragão, na sua incessante perseguição ao Rei. Embora os sentimentos de Maria por Henrique sejam genuínos, a sua irmã Ana tem os olhos postos no grande prémio – ela não descansará até ser Rainha de Inglaterra. Enquanto as irmãs Bolena lutam pelo amor do Rei – uma levada pela ambição, outra pela afeição genuína – a Inglaterra divide-se. Apesar das dramáticas consequências, as irmãs acabam por descobrir força e lealdade uma na outra e, para sempre, permanecem ligadas por um laço de sangue. 2008 é o ano do filme.


O Discurso do Rei

Após a morte de seu pai, o Rei George V (Colin Firth), e da escandalosa abdicação do Rei Eduardo VIII, Bertie, que toda a sua vida sofreu de um debilitante problema de fala, é coroado Rei George VI de Inglaterra. Com o país à beira de uma guerra e a necessitar desesperadamente de um líder, a sua mulher, Elizabeth, futura Rainha-mãe, encaminha o marido para um excêntrico terapeuta da fala, Lionel Logue. Depois de um começo difícil, os dois homens iniciam uma terapia pouco ortodoxa e acabam por formar um vínculo inquebrável. Com a ajuda da sua família, do seu governo e de Winston Churchill, o Rei vai superar a gaguez e tornar-se numa inspiração para o povo.


Um sonho possível

Michael Oher, um teenager sem abrigo que sobrevive como pode, é avistado na rua por Leigh Anne Tuohy. Esta, reconhecendo-o como colega de escola da sua filha, insiste para que ele saia do frio, dado que é pleno Inverno e Michael está de calções e t-shirt. Sem hesitar, Leigh convida-o a passar a noite na sua casa. O que começou como um gesto de ternura, tornou-se em algo mais, quando Michael passou a fazer parte da família Tuohy. Vivendo neste novo ambiente, o rapaz encontra desafios completamentes diferentes daqueles que tinha. À medida que o tempo foi passando, Michael começou a descobrir o seu potencial (não só como jogador de Futebol Americano), e a sua presença no seio dos Tuohy levou-os a descobrirem um pouco mais sobre eles próprios.


A rede social

Certa noite no ano de 2003, o génio da programação e aluno de Harvard, Mark Zuckerberg, senta-se ao computador e começa a trabalhar numa nova ideia. Aquilo que inicialmente era apenas uma mistura de programação e blogging, cedo se tornou numa rede social à escala mundial, que revolucionou a forma de comunicar. Seis anos e 500 milhões de amigos depois, Mark Zuckerberg é o mais novo bilionário da História… mas para este empresário, o sucesso vai trazer-lhe também problemas pessoais e legais.


O Pianista

Premiado em 2002 com a Palma de Ouro em Cannes e com três óscares da Academia, este filme é uma adaptação a partir da autobiografia do pianista polaco Wladyslaw Szpilman (Adrien Brody). Wladyslaw Szpilman interpretava peças clássicas numa rádio em Varsóvia, quando as primeiras bombas caíram sobre a cidade, em 1939. Com a invasão alemã vieram também as restrições aos judeus polacos impostas pelos nazis. O filme mostra o aparecimento do Gueto de Varsóvia, quando os alemães construíram muros para encerrar os judeus numa área ciscunscrita, e acompanha a perseguição que levou à captura e envio da família de Szpilman para os campos de concentração. O pianista consegue escapar e sobrevive no meio dos escombros da cidade.

Categorias

Listas

beautifuldreams Ver todos

Licenciada em Ciências da Comunicação, adoro escrever e ler. Sou lontra de sofá, amante de filmes e séries televisivas, vejo tudo o que posso. Aprendiz de geek, vivo num mundo de fantasia. Adoro a vida e ainda há tanto para descobrir.

0 opiniões sobre “Filmes baseados em histórias reais Deixe um comentário

  1. O filme 127 horas impressiona um bocado mas mostra um exemplo verdadeiro de coragem e vontade de viver. É um bom filme com uma interpretação brilhante de James Franco. A Lista de Schindler e O Pianista são filmes que serão sempre lembrados como dos melhores de sempre. Confesso que gostei muito do filme A Rede Social, excedeu as minhas expectativas. O Discurso do Rei é um bom filme, mais pelas interpretações dos actores e pela história, não tanto pela realização.
    Esta lista é boa, mas trocava o filme Apanha -me Se Puderes, pelo O Aviador, em que o mesmo Leonardo Dicaprio faz um trabalho brilhante ao interpretar Howard Hughes.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: